Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing - Dino

Notícias Corporativas

215783

Especialistas revelam como baixar custos com a contabilidade estratégica

A contabilidade assumiu papel estratégico nas empresas de todos os tamanhos nos últimos anos. Especialistas revelam como usá-la a seu favor

São Paulo SP

Categoria: Governo

Autor: DINO

Data de Publicação: 23/09/2019
DINO

O papel do contador como membro pura e estritamente funcional dentro de uma empresa, realizando uma função entediante e sem glamour corporativo, acabou.
Atualmente, os contadores passaram a assumir uma função cada vez mais estratégica e importante para as empresas, atuando de modo a reduzir os custos, aumentar a competitividade e garantir um lugar melhor para as companhias.

Isso acontece pela posição única em que o contador está: ele afeta praticamente todas as áreas da empresa, da produção à administração, além de ter conhecimentos importantíssimos para criar os cenários mais adequados para a companhia.

Um exemplo disso está em um dos principais gastos que as empresas enfrentam no Brasil: a carga tributária. Um contador pode ajudar a companhia a gastar menos com impostos ao montar uma estrutura de operação dentro da lei que reduza ao máximo a carga tributária que incide sobre a companhia.
"Por exemplo, veja a questão do ICMS, que é cobrado em vários estados com diferentes alíquotas. Um dos princípios da contabilidade moderna é estruturar a operação para encontrar as menores alíquotas e priorizar o funcionamento da empresa nesses locais", revela um especialista da Consultoria RR, um dos principais escritórios de contabilidade do país.

Outra maneira que o contador atua para diminuir a carga tributária da companhia é ao escolher o regime tributário mais adequado para a empresa.
"É normal que a companhia acredite que o Simples Nacional, por exemplo, seja o melhor regime tributário para ela. Isso é verdade em grande parte dos casos, mas não em todos. Dependendo da área de atuação, do volume de produção e do faturamento, pode ser mais vantajoso optar pelo Lucro Real ou Lucro Presumido", alerta o especialista da Consultoria RR.

Por esse motivo, é importante contar com o apoio de um contador especializado para acompanhar a situação fiscal da empresa, fazer projeções e direcionar a companhia no regime correto a cada ano.
Além disso, existe também a possibilidade da empresa ter direito a isenções fiscais, subsídios ou incentivos governamentais, mas não usufruir disso por desconhecimento ou por confusão nos papéis.

"Para poder usufruir de subsídios governamentais ou isenções fiscais, a empresa precisa estar formalizada e com todas as suas contas em ordem. Sem isso, esses recursos não estão acessíveis, o que impede a diminuição da carga tributária da companhia", revela o especialista.
No entanto, os custos fiscais não estão apenas nos impostos pagos pela empresa, mas também nas multas, indenizações e outras sanções governamentais.
Essas punições são aplicadas quando a empresa falha em cumprir com as normas reguladoras. Os casos podem variar muito de intensidade ou complexidade.
"Os erros podem ser bem simples, como esquecer algum prazo, ou mais complexos, como não enviar um documento específico ou preencher errado uma folha no eSocial ou na declaração de faturamento", diz o especialista da Consultoria RR . "Seja como for, a empresa pode gastar com multas e punições", acrescenta.

No entanto, a parte fiscal da empresa é apenas uma das muitas vertentes nas quais o contador pode atuar para ajudar a diminuir os custos da companhia.
Um exemplo disso está na folha de pagamentos, uma das responsáveis pela maior fatia dos custos que a empresa tem em sua operação. Nesse caso, o contador também consegue atuar de modo a reduzir o peso desse compromisso.

"O INSS Patronal é parte importante nos custos de uma empresa, já que tem alíquota de 20% sobre o valor bruto pago em salários para os funcionários. No entanto, é possível ter isenção desse imposto em determinados cenários e regimes tributários", explica o especialista.
Dessa forma, o contador consegue diminuir os custos de operação da empresa, tornando-a mais competitiva, já que passará a trabalhar de maneira mais enxuta e econômica.

Além da redução de custos, o contador ainda contribui com a organização financeira de uma empresa na parte de programação e planejamento desses custos.
"Uma empresa tem diversos custos para operar: folha de pagamentos, tributos, fornecedores, insumos e muitos outros. É importante saber como se preparar para eles e se planejar de modo a gastar menos e ter mais espaço para operar no mercado", revela o especialista.
Um exemplo simples do benefício da organização financeira e do planejamento prévio está na compra de insumos. Uma empresa que produz móveis de madeira, por exemplo, precisaria comprar muita matéria-prima.

No entanto, se suas contas estiverem organizadas, ela poderá se preparar para fazer uma compra anual de material, pagando menos do que se comprasse insumos mensais ou semestrais.

"O mais recomendado, portanto, é ter um contador dentro da empresa ou contratar uma consultoria terceirizada para trabalhar de maneira estratégica e trazer todos esses benefícios para a companhia. Com a redução de custos e uma boa organização financeira, fica muito mais fácil crescer de maneira sustentável e conquistar um pedaço maior do mercado no qual está inserido", encerra o especialista da Consultoria RR.



Website: https://www.consultoriarr.com.br/



Publicado por:

Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa DINO e não é de responsabilidade do Mundo do Marketing.

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss