5 principais características do consumidor do futuro, segundo a Twilio Bruno Mello 14 de dezembro de 2023

5 principais características do consumidor do futuro, segundo a Twilio

         

Flexibilidade e personalização são algumas das expectativas nutridas por estes consumidores, cada vez mais conscientes de sua relevância no radar do Marketing

5 principais características do consumidor do futuro, segundo a Twilio
Publicidade

Iminente, 2024 traz consigo uma série de projeções e tendências essenciais aos profissionais de Marketing. Por aqui, já compartilhamos os caminhos que deverão ser seguidos pelos produtores de vídeo e pelas marcas que desejam se posicionar como creators no TikTok, por exemplo.

Por outro lado, é preciso admitir que nenhuma dessas tendências será completamente eficaz caso seus observadores deixem de considerar o que vem pela frente sobre a parte mais importante para qualquer estratégia de Marketing: o consumidor, cada vez mais ciente de sua relevância e em busca de boas experiências e, claro, bons produtos.

Pensando nisso, Gustavo Boyde e Marcela Klein, diretor de Marketing e gerente de produtos sênior da Twilio, respectivamente, elencaram as cinco principais características do consumidor do amanhã. Para a dupla, o consumidor do futuro é:

Flexível: todos desejam mais liberdade e mais flexibilidade, e a internet é responsável por uma nova noção espacial. Pessoas podem trabalhar de qualquer lugar, ter lazer em qualquer lugar e consumir em qualquer lugar. Da mesma forma, empresas precisam estar prontas para atender em qualquer lugar, o que evidencia a necessidade da omnicanalidade nos atendimentos ao cliente, assim como a possibilidade de atendimento em cada vez mais plataformas, como as redes sociais e aplicativos de mensageria;

Consciente: as decisões de consumo são cada vez mais baseadas na consciência do indivíduo, que já não busca separar sua persona consumidora da sua persona social. Neste contexto, nota-se uma demanda por unidade. A sustentabilidade, a diversidade, a consciência de classe e sociedade são cada vez mais levados em conta na hora de consumir. Isso é importante para o consumidor e precisa ser importante para as marcas que querem dialogar com ele;

Personalizado: o cliente do futuro demanda personalização. Serviços e produtos precisam entregar exatamente o que as pessoas precisam e desejam. O que atende a uma gama grande de indivíduos já não é o bastante em um mundo onde tudo é personalizável da paleta de cores dos itens domésticos à tela dos smartphones. O mesmo vale para o consumo e as experiências de consumo, que vão além do produto ou serviço.

Os consumidores já não aceitam nada que não seja pensado exclusivamente para eles, e para conquistar isso é preciso contar com ferramentas poderosas como CDPs (plataformas de dados dos clientes) e CEPS (plataformas de engajamento dos clientes), que permitem a coleta de informações sobre os clientes e contribuem para a personalização de cada experiência. Por isso, o uso de dados adquire extrema importância ao possibilitar a utilização de ferramentas de personalização em grande escala, como as recentes inteligências artificiais generativas;

Instantâneo: o cliente do futuro não tem tempo para perder. O conceito de “espera” vai desaparecer. Por isso, empresas devem estar prontas para atender seus clientes 24×7, de verdade, com interações personalizadas e efetivas;

Aprimorado: o consumidor está em um processo constante de mudança e é modificado por melhores e mais complexas experiências e tecnologias. É preciso considerar que a realidade dos consumidores se expande cada vez mais. Em função disso, eles se tornam mais exigentes, mais mutáveis e demandam que os atendimentos, experiências e relacionamentos sejam igualmente adaptáveis a ele. A IA generativa terá importante papel neste processo.

Leia também: 6 tendências do Marketing Digital para 2024

Clube Mundo do Marketing


Publicidade