89% dos brasileiros planejam antecipadamente suas compras de final de ano, conforme apontam dados coletados por um estudo da Meta encomendado à Offerwise. Mais que fornecer aos lojistas indícios sobre o comportamento de compra dos consumidores na reta final do ano, o levantamento também evidencia a importância de que os vendedores imitem seus clientes e levem a sério as preparações para as vendas sazonais.

Dentre as formas de sanar os típicos desafios enfrentados pelo comércio na reta final do ano, Cristiana Ivonisko, Account Executive da Retargetly, destaca o uso efetivo dos dados. Para a executiva, a coleta e análise de dados bem executadas são essenciais para impulsionar o desempenho e a competitividade no mercado de e-commerce, pois permitem que os lojistas compreendam as reais necessidades dos clientes, abordando-os da forma mais adequada.

Para Cristiana, a análise e o uso de dados no período de festas de final de ano é fundamental por seis motivos:

– A análise de dados possibilita compreender o comportamento do consumidor, o que inclui todas as informações sobre quais páginas são mais visitadas e os tempos gastos em cada sessão;

– Traz facilidade para identificar padrões e tendências, como, por exemplo, saber quais produtos têm uma maior procura e quais os picos de horários de compras;

– Segmenta os consumidores, permitindo que os e-commerces consigam dividir os clientes por grupos de interesse e comportamento semelhante, possibilitando a personalização de promoções;

– Melhora a experiência do usuário, monitorando os erros na jornada de compra e fazendo ajustes como a velocidade do site e a simplificação do processo de check out;

– Melhora as estratégias de Marketing, uma vez que os comércios digitais conseguem usar os dados para ajustar as estratégias e esforços de acordo com cada canal, assim entendendo quais são os meios mais eficazes;

– Otimiza a mensuração de resultados, favorecendo mudanças de rota em tempo real, alterando campanhas de baixa performance, se necessário, antes do término da mesma.

Para Tamiris Gomes, Account Executive Brasil da Retargetly, à medida que os consumidores fazem buscas com antecedência, marcas precisam atender as expectativas por oferecer ofertas relevantes. Nesse sentido, a citada personalização de promoções ajuda os e-commerces a se destacarem da concorrência, já que os clientes são mais propensos a clicar em anúncios e comprar quando se sentem pessoalmente atraídos pelas ofertas.

Por outro lado, alguns cuidados são necessários. A gerência dos inventários digitais, por exemplo, representa um desafio para as campanhas de Marketing durante o final do ano. Isso porque caso esses inventários estejam desatualizados, lojas podem enfrentar problemas como a falta de precisão e confiabilidade de dados, bem como comprometer a experiência do cliente, resultando em perda de vendas, reclamações e danos à reputação da marca.

Leia também: Data Driven Marketing Digital: como gerir projetos de Marketing com base em números

Cortex Clube Mundo do Marketing