Threads: onda passageira ou força perene? Bruno Mello 7 de julho de 2023

Threads: onda passageira ou força perene?

         

Lívia Gammardella indica às marcas surfarem no hype, ainda que sucesso não se consolide no futuro

Threads: onda passageira ou força perene?
Publicidade

No dia de estreia do Threads, o que se viu foi um monte de gente entusiasmada criando suas contas (são 30 milhões de usuários em menos de 24 horas), assim conforme fizeram no lançamento de outras redes sociais como Be Real, Clubhouse e Koo. Estamos, sim, assistindo ao puro “hype” pelo lançamento da nova rede social da gigante Meta. Por outro lado, sobram memes jurando que esse é o próximo ‘’flop’’ da internet, reclamando, por exemplo,  que não se pode apagar a conta do Threads porque o Instagram iria junto, ressaltando o uso abusivo de cookies e outros problemas.

Mas a verdade é que não há tempo ativo suficiente para poder concluir se a longo prazo, essa nova rede social seria efetiva e amplamente utilizada. Porém, há muitos pontos interessantes aos quais devemos estar atentos:

-Todo o problema em relação ao Twitter é que os usuários estão buscando há um tempo uma nova plataforma robusta como a do polêmico Elon Musk.

-A estranha mudança que o Instagram promove para chegar perto do Tiktok: primeiro queriam competir e passar a ser um app de vídeos e depois deixaram de dar prioridade a estes formatos. Agora, criam uma rede como como o Twitter que é muito diferente do Tiktok, como se tivessem trocado o novo alvo de guerra porque o outro já está virando muito mais que um app divertido e até concorre com o Google em buscador.

-A forma de encontrar o app Threads dentro do Instagram é bastante inovadora e chama a atenção para o fato de que eles vão colocar toda a força que podem nisso.

Publicidade

– O tamanho e a influência que o Instagram e outros apps da Meta têm pelo mundo me fazem acreditar que eles são fortes o suficiente para derrubar o Twitter.

– Para as empresas, acho que pode ser interessante entrar agora no Threads para “surfar” no hype, mas sem grandes expectativas de que ainda haverá usuários ativos nos próximos meses.

*Lívia Gammardella, Estrategista em Comunicação e Social Media Planner na Latam Intersect PR


Publicidade
Amazon Prime Day