Para ter um bom relacionamento, um dos principais pontos é criar uma conexão com aquele com quem se relaciona. Da mesma forma que isso acontece de forma amorosa, profissional, familiar, fraternal, entre outros, também acontece entre as empresas e seus clientes – ou pelo menos deveria. 

O marketing de relacionamento surgiu, justamente, como uma estratégia que permite que uma organização crie um vínculo bastante próximo com seus consumidores, fazendo com que eles se identifiquem com os propósitos, produtos e serviços da marca. 

Esse método pode acontecer de diversas formas. Para isso, é importante trabalhar em etapas como prospecção de clientes, identificação de perfis, fidelização e criação de autoridade, entre outras. A ideia é que eles se sintam tão próximos da marca que é como se ela lesse seus pensamentos e lançasse produtos que eles precisam ou almejam. Dessa forma, eles darão preferência para fazer negócio com essa companhia. 

Para construir relações valorosas, é preciso que este setor da empresa invista em algumas estratégias. Uma delas é produzir conteúdo de qualidade para o seu público a fim de que as pessoas possam confiar na informação que é passada.

Segundo uma pesquisa da Frost & Sullivan, 86% dos consumidores estão dispostos a pagar mais por uma grande experiência; 73% consideram este item importante para realizar a compra, enquanto 65% dizem que a Customer Experience é mais influente do que a publicidade. 

Por isso, é importante criar uma relação de fãs com a marca. Tratá-los bem e fidelizá-los são atitudes inteligentes, uma vez que eles voltam para comprar mais e podem trazer outros consumidores para a marca. Dessa forma, a companhia pode conseguir gerar uma receita recorrente, melhorar o ticket médio e ter um fluxo de caixa otimizado. 

Essa estratégia não deve acontecer apenas em campanhas ou criação de produtos, mas em todo o contato com o cliente. Seus e-mails, redes sociais, atendimento e, principalmente, a pesquisa de satisfação devem estar alinhados. 

Com dados vindos desses canais, é possível ir ajustando a estratégia de marketing de relacionamento para aproximar cada vez mais sua empresa e os consumidores. Cada vez mais próximos, a jornada de compra ou contratação fica mais fácil e fluida. Afinal, não tem ninguém melhor para ser seu fã que seu cliente, certo?

Mas qual a diferença entre marketing tradicional e de relacionamento? 

A principal diferença do marketing tradicional é que este se importa apenas em divulgar novos produtos e serviços sem levar tanto em conta o momento do consumidor. Ele escolhe a forma, o local e o momento propício para a empresa realizar uma campanha, por exemplo. 

Isso pode fazer com que um prospect de cliente acabe por desistir da compra justamente por ser pego em um momento em que não pode realizá-la daquela forma ou até por não gostar da campanha. 

No marketing de relacionamento, a empresa entende o que vai chamar a atenção, o que ele precisa, a forma de apresentar, etc. 

É uma relação de ganha-ganha. E tem relacionamento melhor que esse? 

*Clarissa Almeida é Gerente de Recursos Humanos e Comunicação da Yank Solutions