Inspirado no movimento 4 Day Week Global, a redução da jornada de trabalho semanal já foi adotada por grandes empresas como Unilever, Microsoft e Spotify. Em uma lista recente com as companhias que adotaram o novo modelo, das 16 empresas listadas, os setores mais recorrentes de atuação são de comunicação, inovação e tecnologia.

Um exemplo da mais recente adesão vem da agência .be Comunica, voltada ao Live Marketing, que implementará a semana de trabalho de apenas quatro dias para os seus funcionários a partir de dezembro. A medida segue a tendência global e que vem sendo bem aceita.

Segundo a .be Comunica, a mudança no modelo de trabalho é uma forma de valorizar a saúde mental dos profissionais, que estão cada vez mais sobrecarregados pelo ritmo acelerado e competitivo do mercado. “Nós abraçamos a ideia de que um colaborador saudável e motivado é mais produtivo. Essa mudança visa oferecer aos funcionários um dia adicional de descanso, permitindo que eles tenham mais tempo para cuidar de si mesmos, relaxar e passar momentos de qualidade com suas famílias”, destaca Meline Kechichian , sócia-diretora.

Além de beneficiar os funcionários, a semana de trabalho de quatro dias também pode trazer vantagens para os clientes da agência, que contarão com uma equipe mais envolvida e criativa na entrega de projetos e resultados. Um estudo feito em 2022 conduzido por pesquisadores das Universidades de Boston, de Dublin e de Cambridge mostra que na semana de quatro dias os níveis de sobrecarga caíram, assim como o tempo de licença pessoal ou por doença diminuiu, o que gera um aumento na concentração e a eficiência das pessoas durante o tempo do expediente.

“Saímos na frente dos nossos concorrentes, mas também queremos inspirar o mercado como um todo a olhar para o bem-estar das equipes e para a saúde mental dos times”, reflete Cristiane Albuquerque, sócia-diretora. 

Leia também: Maioria dos profissionais de Marketing aprova semana de 4 dias úteis

Clube Mundo do Marketing