Em apoio à iniciativa antirracismo do jogador do Real Madrid, Vinícius Júnior, a Itabus, empresa de mídia em movimento, em parceria com a agência Lean, lançou uma campanha impactante pelas ruas. Um ônibus envelopado com a mensagem “Racismo. Não Finja que Não Vê” circula pela cidade do Rio de Janeiro, chamando a atenção para a causa ao longo do mês.

Vinícius Júnior, defensor da luta contra o racismo, vem liderando diversas iniciativas para combater, punir e educar contra o preconceito. No Dia da Consciência Negra, ele deu início a uma ação nacional em todas as capitais do Brasil, com outdoors exibindo a mensagem.

Christiano Barros, Diretor da Itabus, destaca o compromisso da empresa com projetos sociais e afirma ter transformado o ônibus em um farol itinerante de conscientização. “Estamos unindo forças para impactar positivamente a sociedade. Essa iniciativa é idealizada pelo próprio jogador, e não poderíamos ficar de fora. Envolver-se em causas significativas não apenas contribui para uma sociedade mais justa, mas também reforça nosso compromisso social e responsabilidade corporativa, gerando impactos positivos que ultrapassam os limites do mundo dos negócios”, declara.

A empresa tem apoiado organizações renomadas como Reame, Médicos Sem Fronteiras (MSF), Instituto Ronald McDonald, Actionaid (premiada na categoria Responsabilidade Social e Sustentabilidade pela ABNM – Prêmio Marketing Contemporâneo 2019), Associação Rio-Abrace e Amigos do Figueira, além do Projeto Educação Para Paz – Aldeia da Criança e a campanha “De Olho nos Olhinhos”. “A ideia é não apenas levar a mensagem às ruas, mas também permitir que se torne parte do cotidiano urbano, estimulando a reflexão e o diálogo sobre o combate ao racismo”, complementou Barros.

Em conjunto com a campanha veiculada em mídia out-of-home (OOH) e nas redes sociais, a ONG do jogador lançou recentemente o “Manual de Educação Antirracista”. Em outra ação proativa, Vini Jr. formou uma equipe para monitorar casos de racismo nas redes sociais. O objetivo é levar essas manifestações aos tribunais, garantindo que os incidentes não sejam esquecidos e que os culpados sejam responsabilizados por suas ações.

Leia também: Flamengo lança camisa comemorativa em alusão ao mês da Consciência Negra