As trends e o consumo de produtos: como as redes sociais têm o poder de influenciar no comportamento do consumidor Bruno Mello 24 de abril de 2023

As trends e o consumo de produtos: como as redes sociais têm o poder de influenciar no comportamento do consumidor

         

Entre Tiktoks e Reels no Instagram, as “trends” ganharam as redes sociais e são ferramentas poderosas para o Marketing de marcas e produtos

Publicidade

A maioria dos brasileiros (77%) são influenciados pelas redes sociais na hora de decidir o que comprar, segundo o Global Consumer Insights Survey 2018, da PwC. Na pesquisa, o Brasil está acima da média mundial em relação à influência das redes e, ainda, é o país que mais se preocupa com as mídias sociais. Neste cenário, plataformas de mídia populares como Instagram, TikTok e Twitter são ferramentas poderosas para impulsionar o Marketing de uma marca ou de um produto, sendo possível observar pelas milhares de trends viralizadas ao redor das redes.

Pollyanna Mantovanello, mestre em Comportamento do Consumidor e professora de Marketing e Comunicação na Escola Conquer, explica que as redes sociais se tornam uma parte tão grande e influente na vida das pessoas, devido, principalmente, à necessidade de pertencimento aos grupos. “As redes sociais na verdade sempre existiram, em diferentes formatos – elas nada mais são do que agrupamentos de pessoas em torno de afinidades específicas. Atualmente, além das comunidades viabilizadas pela proximidade geográfica, as redes também são ampliadas exponencialmente por meio de plataformas online” afirma.

O aprendizado presente neste ambiente possibilita que essas redes tenham a capacidade de mudar o jeito que se consome algo, seja um conteúdo ou um produto, desenvolve Pollyanna. De acordo com a especialista, é importante que as marcas adotem uma estratégia que una o digital e o físico – o chamado phygital, construindo uma abordagem multicanal online e offline para conseguir se impulsionar e se consolidar dentro do cenário das redes sociais. “É menos sobre ideias mirabolantes e mais sobre encontrar soluções criativas para novos e antigos problemas, sempre em conexão com a realidade das pessoas em seu dia a dia”, explica.

Branding reforçado no digital

A estratégia para a construção do branding e impulsionamento de marca dentro das plataformas, e do que acontece lá, não é novidade para as empresas. Cada vez mais é possível observar marcas surfando nas trends para se consolidar no mercado. Celina Poersch, empreendedora curitibana, percebeu a tendência de vídeos e publicações que envolvessem o overnight oats e das receitas com aveia viralizando nas redes sociais. Junto às suas experiências internacionais e proximidade com o alimento, ela enxergou uma abertura no mercado e a possibilidade de se inserir em um momento favorável nas mídias – assim, a Goat foi criada.

“A ideia de criar a marca e o produto à base de aveia veio da minha experiência morando fora do Brasil, na Inglaterra. A construção da ideia e do negócio teve início em 2020, quando receitas saudáveis e com aveia começaram a se popularizar no Instagram e no Tiktok, e eu percebi que o timing era ideal para me inserir em um espaço com perspectiva de crescimento”, conta Celina. Atualmente, a hashtag #oatmeal no Instagram tem mais de quatro milhões de posts, e a #overnightoats ultrapassa um milhão de publicações – números que continuam aumentando.

O consumo de aveia no Brasil, por exemplo, sempre esteve fortemente ligado ao sentimento nostálgico de infância ou de casa da vovó, ou até mesmo à ideia de que mingau de aveia não tem muito sabor. Com vídeos mostrando diferentes maneiras de se consumir o alimento, receitas saudáveis, ingredientes que tornam o lanche mais gostoso, viralizando na internet, essa perspectiva está sendo, aos poucos, ressignificada.

A Goat surgiu, também, com a ideia de participar desse movimento e criar uma nova visão para a aveia. “Queremos resgatar a sensação de conforto e nostalgia que ela possui, aliando isso à praticidade que todos nós buscamos hoje em dia e, também, ajudando a modernizar o mingau de aveia ao lado das mídias sociais, um grande canal de comunicação com os nossos públicos e potencializador do nosso produto”, finaliza Celina.

O boom na venda de perfumes online

A Granado viu as vendas de uma de suas fragrâncias ser catapultada após um vídeo no TikTok. A força dos influenciadores é grande, mas difícil de mensurar, já que os resultados não são imediatos. “O cliente pode ser impactado por muito tempo, porque ele vai buscar experimentação e a melhor ocasião para ele adquirir. Os gerentes nos passam os dados de itens que vieram por indicação de alguém, como o perfume que uma TikToker indicou – o Époque Tropical viralizou e esgotou recentemente”, explicou Higo Lopes, Gerente de Marketing na Granado Pharmácias durante o Clube Mundo do Marketing.

Saiba mais sobre a estratégia da Granado e como ela lidou com a viralização:

Leia também: Plano da Granado é mais que dobrar produção até 2030


Publicidade