Venda Direta usa Marketing para crescer ainda mais 9 de maio de 2007

Venda Direta usa Marketing para crescer ainda mais

         

Setor arrecadou R$14,5 bilhões em 2006 e ainda prevê crescimento para 2007. Conheça o segmento que cresce mais que o varejo tradicional

Publicidade

<p><strong>Venda Direta usa Marketing para crescer ainda mais</strong></p><p>Por Mariana Oliveira<br /><a href="mailto:redacao@mundodomarketing.com.br">redacao@mundodomarketing.com.br</a></p><p>Em tempo de vacas gordas ou de vacas magras, a venda direta se tornou uma grande estratégia para pequenas e grandes empresas. Ela chegou ao Brasil em 1958 com uma empresa que até hoje é lembrada quando se fala no assunto: a Avon. Desde então, o setor cresce exponencialmente e traz melhores perspectivas a cada ano.</p><p><img class="foto_laranja_materias" src="images/materias/reportagens/marcelo_alves_grande.jpg" border="0" alt=" " title="Marcelo Alves" hspace="6" vspace="2" width="157" height="204" align="left" />Somente em 2006, as vendas diretas movimentaram R$ 14,5 bilhões e comercializaram 1,2 bilhões de itens. A importância para a economia do país não fica por aí, pois 1,6 milhão de pessoas estão envolvidas com o setor. Quando a economia está boa, o consumo se aquece e mesmo quando está ruim o setor apresenta crescimento, já que muitos se interessam por ser tratada também como uma forma adicional de ganhar dinheiro. Apesar disso, há muita gente especializada nesta estratégia. “Venda direta não é bico. Tem muita gente qualificada”, explica Marcelo Alves (foto), Diretor de Marketing da DirectBiz Consultants, consultoria especializada em Venda Direta.</p><p>Os vendedores ainda são majoritariamente mulheres, afinal 88% das vendas estão no segmento de uso pessoal, como cosméticos, jóias, bijuterias e acessórios. No entanto, a faixa etária é bem diversa -18 a 30 anos -, assim como as classes sociais – da D a B. “A classe média adere à venda direta”, constata Marcelo Alves. E ainda há espaço para os segmentos de suprimentos nutricionais, produtos do lar e serviços. </p><p><span class="texto_laranja_bold">Segredos da Venda Direta</span><br />Se uma das vantagens da venda direta é a personalização, as empresas investem cada vez mais no treinamento e marketing para assegurar a eficácia da estratégia. Hoje há preocupação com marketing, catálogos, merchandising e comunicação. “A mesma vendedora vende Natura, Avon e DeMillus”, exemplifica Alves. “O apelo que terá na mente do consumidor será definido pela comunicação”, explica.<br /><br />A empresa de cosméticos NuSkin é uma das empresas que investe numa estratégia multinível para garantir a eficácia das estratégias. Distribuidores cadastrados podem organizar seus próprios distribuidores e recebem um percentual da venda do grupo. “Para nós esse é o futuro da venda direta. Quem se destaca merece receber mais e um tratamento diferenciado. Isso incentiva a venda”, ressalta Adriana Paes, Gerente de Marketing da marca em entrevista ao Mundo do Marketing.</p><p>Ela conta que enfatizar a liberdade dos vendedores é uma motivação e que tem reflexos positivos no maior interessado: o consumidor final. “São pequenos empresários e empreendedores. Geralmente começa como renda complementar, mas quando ela percebe que recebe bem, passa a ter isso como renda principal. O trabalho formal está cada vez mais complicado”, analisa Adriana.</p><p>Negócios como a da Yakult comprovam que esta é uma estratégia que ainda tem muito a crescer. A empresa, que já investia no comércio porta a porta para a famosa bebida dos lactobacilos vivos, também se aventurou pelo segmento de cosméticos biotecnológicos. A linha Yakult Cosmetics, é claro, não poderia deixar de investir na venda direta. E o mercado externo também está de olho nesta fatia de mercado, avisa Marcelo Alves. “O Brasil é o quinto do mundo em venda direta”, informa.</p><p>Ele explica que empresas como Gol, Nestlé e Danone estudam entrar neste mercado e com investimento em marketing, treinamento, revisão tributária e principalmente conhecimento das peculiaridades do setor. As perspectivas são mais que otimistas. “É um segmento atraente, que cresce acima da média”, garante.</p><p><span class="texto_laranja_bold">Acesse</span><br /><a href="http://www.directbiz.com.br" target="_blank">www.directbiz.com.br</a><br /><a href="http://www.nuskin.com" target="_blank">www.nuskin.com</a><br /><a href="http://www.yakultcosmetics.com.br" target="_blank">www.yakultcosmetics.com.br</a><br /><a href="http://www.abevd.org.br" target="_blank">www.abevd.org.br</a></p>


Publicidade