O final de mais um ano se aproxima e o mundo do comércio se prepara para um dos períodos mais movimentados e lucrativos: a temporada de festas. O consumidor está ansioso para gastar, mas e as empresas? Como elas podem se destacar em meio a essa concorrência feroz? A resposta pode estar no marketing de incentivo.

O marketing de incentivo é uma solução que utiliza estratégias e recompensas para estimular o comportamento desejado dos colaboradores ou clientes. No caso das equipes comerciais, o objetivo é motivar os profissionais a alcançarem metas de vendas, fidelizar clientes ou realizar ações específicas.

Segundo pesquisa do Market Research Future, o mercado global de campanhas de incentivo de vendas e loyalty está projetado para crescer a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 10,4% de 2022 a 2028. Esse crescimento é impulsionado por diversos fatores, incluindo o aumento da concorrência no mercado, a crescente importância da fidelização do cliente e a crescente adoção de tecnologias digitais.

No final do ano, as empresas enfrentam desafios únicos. Por um lado, o aumento natural na demanda pode sugerir que o esforço de vendas não é necessário, pois os consumidores já estão dispostos a gastar. No entanto, esse é precisamente o momento em que as empresas podem alcançar resultados extraordinários com campanhas de incentivo inteligentes. À medida que as pessoas buscam alternativas para fechar as contas no final do mês, a estratégia se revela uma ótima maneira de engajar trabalhadores e melhorar a produtividade.

Frente a estes desafios, o marketing de incentivo pode ajudar a superar estes entraves, pois oferece aos profissionais um “incentivo” extra para que possam trabalhar com mais foco e dedicação. Além disso, nestes períodos de altas demandas, o foco pode ser direcionado não apenas às vendas, mas a outros pontos como o up-sell, cross-sell, fidelização e vendas de produtos-focos ou até encalhados.

E isso vai muito além de simplesmente oferecer descontos e promoções. É sobre se concentrar em motivar e recompensar não apenas os clientes, mas também as equipes de vendas.

Mas por que essa estratégia é tão fundamental nessa época do ano?

Motivação elevada: em um período de alta demanda, a motivação das equipes de vendas pode ser negligenciada. Campanhas de incentivo oferecem recompensas tangíveis, como bônus, viagens ou prêmios, incentivando um desempenho excepcional.

Diferenciação no mercado: a Black Friday e o Natal são conhecidos por grandes descontos. No entanto, as empresas que oferecem programas de incentivo e loyalty se destacam, mostrando comprometimento em recompensar seus clientes fiéis.

Retenção de clientes: ofertas exclusivas e programas de lealdade incentivam os clientes a voltar, criando relacionamentos duradouros com a marca.

Dados preciosos: não apenas impulsiona vendas, mas também coleta dados valiosos sobre o comportamento do cliente, permitindo melhorias contínuas.

Engajamento dos funcionários: equipes de vendas motivadas não apenas vendem mais, mas também fornecem um atendimento melhor aos clientes.

Enfim, em uma época do ano em que as vendas são altas, mas a competição é feroz, o Marketing de Incentivo se revela como uma estratégia essencial para o sucesso. Não se trata apenas de aumentar vendas, mas de estabelecer relacionamentos duradouros, coletar dados valiosos e manter equipes de vendas motivadas.

*Teo Leme, CEO da Yby, martech de vendas da Netza&CO