cliente,mundo do marketing, David Portes, Banca do DavidEsses dias me peguei pensando no que norteou o sucesso da minha banca. Cheguei à conclusão de que aprendi muito com a minha clientela e foi assim que consegui tornar o meu negócio diferenciado.

Observei que nos grandes centros urbanos, as pessoas andam apressadas e geralmente sérias, então passei a convidá-las a conhecer os meus produtos. Mas isso não era o bastante. Logo percebi que se eu oferecesse mais do que a promoção dos produtos, incrementando-a com um pouco de bom humor, os clientes se sentiriam mais à vontade. Deu muito certo.

Quando os clientes paravam, eu fazia questão de perguntar como estava indo o dia. Entre um comentário e outro sobre o clima ou sobre o trânsito, eles sempre falavam sobre a dificuldade de reduzir o ritmo de vida. Assim eu oferecia um doce para melhorar o dia.

Uma outra coisa bastante interessante que aprendi com os meus clientes é que nunca lhes faltam opções. Sendo assim, eles acabam optando por comprar com quem oferece um ambiente comercial agradável. Dessa maneira percebi que até a forma como os meus produtos estavam organizados interferia na decisão de compra.

Arrumei a minha banca, tornando mais fácil a visualização dos produtos que não continham açúcar, dos ítens gelados e dos demais. Dessa maneira, as vendas aumentaram bastante, já que quem não consome açúcar por exemplo, conseguia ver facilmente a área onde estavam os produtos desta categoria.

O que eu quero dizer é que pensando como comerciante, você consegue enxergar apenas um lado da moeda. Quem define o sucesso é o seu cliente e você precisa pensar como cliente ao montar o seu negócio.