<p class="titulomateria">Segmentação e implementação ditam as regras do Marketing</p> <p>Por Thiago Terra<br /><a href="mailto:thiago@mundodomarketing.com.br">thiago@mundodomarketing.com.br</a></p> <p>A análise de segmentação é um bom começo para descobrir e conhecer quem é o consumidor de uma marca. A afirmação é do Presidente da Copernicus Marketing Consulting no Brasil, Alberto Cerqueira Lima. Com a palestra que ressalta que o Marketing de hoje não é como o de ontem e não será como o de amanhã, o executivo destaca a quebra de paradigmas que está ocorrendo no mercado.</p> <p>A quebra de paradigmas é maior que uma revolução ou que uma transformação. Uma revolução tem a ver com o cinema, por exemplo, que é uma referência ao teatro. O automóvel é uma referência à carroça e a Internet é a revolução das revistas. De acordo com Cerqueira, algumas situações no Marketing não têm palavras.</p> <p>Infelizmente está se tornando normal no Brasil, Estados Unidos e Europa, empresas com cada vez mais problemas de investimento e retorno em Marketing. Por isso, as estratégias passam a ser inseridas em games, esportes, especiais em TV, PDV, Internet, teatro de rua e boca-a-boca.</p> <p><span class="subtitulomateria">Sem palavras, mas com novos paradigmas</span><br />Segundo Cerqueira, eventos como o Red Bull Air Race é mais do que um mega evento e não tem como nomear. “Em uma loja de cosméticos nos Estados Unidos, uma moça entrou para pedir uma informação e foi maquiada e saiu da loja cheia de produtos da marca. Isto tem nome?”, questiona o presidente da Copernicus Marketing Consulting.</p> <p>Enquanto os modelos tradicionais de comunicação são conhecidos pela negligência na definição do segmento e posicionamento de estratégias de Marketing, foco no plano de mídia criativa e brand equity, o modelo emergente tem obsseção por definições dos segmentos e foco no envolvimento do consumidor. O que antes era um plano de mídia, passa a ser um plano de contato. “A mesma arma que está desmontando paradigmas traz também ferramentas para reconstruir”, conta Alberto Cerqueira Lima durante o III Seminário Marketing 360º.</p> <p><span class="subtitulomateria">A importância de implementar</span><br />Os prncipais componentes para a implementação de uma estratégia se baseiam na essência, personalidade, diferenciação, necessidade, ambiente competitivo e o target. O posicionamento tem que ter atributos que façam a diferença para o target. “As estratégias são tão boas quanto a implementação delas no departamento de Marketing.</p> <p>"Nenhuma empresa sobrevive se não se reinventar”, diz o executivo, que completa. “O princípio da implementação diz que o que a gente não controla a gente também não gerencia”. O III Seminário Marketing 360º é patrocinado pela Sun/MRM Worldwide, Copernicus Marketing Consulting, Dinamize e TNS InerScience.</p> <p style="text-align: center;"><img class="foto_laranja_materias" title="Segmentação e implementação ditam as regras do Marketing" src="images/materias/cerqueira_interno.jpg" border="0" alt="" width="550" height="367" /></p>