<p class="titulomateria">Revolução da comunicação através da guerrilha</p> <p>Por Thiago Terra<br /><a href="mailto:thiago@mundodomarketing.com.br">thiago@mundodomarketing.com.br</a></p> <p>O Marketing de Guerrilha cresce e aparece literalmente. Provas de que o negócio dá resultado é a marca Google, que nunca fez um comercial sequer. De acordo com Gustavo Fortes, sócio-fundador da agência Espalhe, esta é a nova tendência de comunicação diferenciada. “Seja on-line ou off-line, a propaganda é muito chata. Ninguém mais aguenta”, acredita Fortes.</p> <p>O contexto que permite a existência do Marketing de guerrilha é baseado na revolução da comunicação. E esta revolução tem aliado de peso que chama cada vez mais os usuários para a guerrilha, que é a Internet.</p> <p>Um indício de que esta revolução vem de baixo para cima é o Napster, que foi feito por um garoto de dezenove anos, sem formação e não por uma empresa grande. O que o Marketing de guerrilha prega é a proximidade entre marca e consumidor. Enquanto a propaganda ressalta que uma marca, empresa, produto ou serviço é o melhor, a web pergunta – Quem disse isso?</p> <p>A guerrilha aposta sempre no conceito viral e hoje é cada vez mais comum as pessoas buscarem opiniões de um amigo. “Prefiro o conselho de quem está perto do que acreditar que o shampoo da TV vai fazer meu cabelo ficar igual ao do modelo”, diz Gustavo Fortes no III Seminário Marketing 360º.</p> <p>As principais armas de guerrilha são os pequenos grupos que geram energia e criatividade, os métodos não-convencionais, agilidade na resposta e ações que fazem as pessoas falarem. “O objetivo é o boca-a-boca, e esse é o nosso negócio”, afirma.</p> <p>O Skype é um serviço que gera o boca-a-boca natural e nunca precisou fazer propaganda porque o serviço agrada o usuário e ele conta isso para a sua rede de amigos. Empresa que fez boca-a-boca amplificado foi a Daspú. Este foi um case de criatividade de guerrilha porque quando pensaram em um nome para a Associação de Prostitutas, usaram um nome que as pessoas falam. O III Seminário Marketing 360º é patrocinado pela Copernicus Marketing Consulting, Sun-MRM, TNS InterScience e Dinamize.</p> <p style="text-align: center;"><img class="foto_laranja_materias" title="Revolução da comunicação através da guerrilha" src="images/materias/gustavo_fortes_interno.jpg" border="0" alt="" width="550" height="367" /></p>