A Red Bull aceitou o acordo para encerrar uma ação coletiva por propaganda enganosa nos Estados Unidos. A marca poderá reembolsar os clientes com US$ 10,00 ou enviar duas latas do energético para a casa de cada consumidor. O valor correspondente ao pagamento desta sentença é de R$ 13 milhões.

O autor da representação contra a fabricante, Benjamin Careathers, alegou que a empresa ilude os consumidores em relação a superioridade de seus produtos, uma vez que a bebida não possui efeitos maiores do que um copo de café, como foi informado nas propagandas locais. O acordo tem validade apenas para o território norte-americano.

Red Bull, ação coletiva