<p><strong>R.EPENSE de olho no mercado, se associa a entidade internacional</strong></p> <p>Com o aumento cada vez maior do número de clientes que colaboram com o conteúdo das empresas, cresce também a quantidade de agências especializadas, chamadas de boutiques criativas, ou “hotshops”, de acordo com pesquisa feita pela ISBA – The Incorporated Society of British Advertisers. O estudo indica que 70% das companhias que têm um nível global de comunicação, não estão satisfeitas com suas agências tradicionais.</p> <p>Operando de forma independente e sem a pressão da tradição de grandes empresas, as hotshops crescem e, desde 2003, surgiu em Londres a TheNetWorkOne, uma rede colaborativa internacional das agências independentes, que hoje já possui 260 agências de 60 países.</p> <p>A rede nasceu para atender o nicho criado e hoje oferece serviços com melhores custos, parceiros adequados e independência no comando e gerenciamento dos negócios. Para Julian Boulding, Presidente da TheNetWorkOne, no Brasil o conceito ainda é novo e o surgimento ganha força timidamente, mas já existe uma representante nacional na rede TheNetWorkOne, que é a R.EPENSE Comunicação.</p> <p>Criada em 2006 e inspirada nas hotshops internacionais, a R.EPENSE tem sedes em São Paulo e Rio de Janeiro e já conquistou clientes como Banco Itaú, Bob's, Boehringer, Cultura Inglesa, Microsoft, Oi, Unimed RJ, entre outros.</p>