Qualidade ou performance na entrega do E-mail Marketing? 16 de janeiro de 2008

Qualidade ou performance na entrega do E-mail Marketing?

         

Qualidade ou performance na entrega do E-mail Marketing?

Publicidade

<p><strong>Qualidade ou performance na entrega do E-mail Marketing?</strong></p><p>Por Ricardo Ramos*</p><p>Muitos me perguntam sobre a capacidade de entrega de e-mails, por hora, de uma plataforma de e-mail marketing. A resposta para esta pergunta é bem simples. No entanto, precisa ser muito bem esclarecida. O que poucos sabem é que a capacidade de entrega é determinada pelos servidores de destino. Nenhum servidor aceita um milhão de e-mails originados de uma mesma rede dentro de uma hora. Muito menos se o assunto e conteúdo forem iguais ou similares, o que é exatamente a característica de uma ação de e-mail marketing ou newsletter.</p><p>Desta forma, se não é possível realizar a entrega em tão pouco tempo, como faço para atingir o meu público no menor tempo possível? Fácil. Com o planejamento das ações. Com certeza, o seu público, por mais parecido que seja, possui costumes e particularidades de interesse diferentes. Alguns lêem e-mails durante o trabalho e outros à noite. Alguns interagem diariamente em sua newsletter, enquanto outros abrem um e-mail a cada sete dias.</p><p>Apontando estas pequenas particularidades em um público, enxergamos a possibilidade de segmentar a audiência em clusters. Ao invés de enviar sua newsletter diariamente para toda a base de dados, envie apenas para aqueles que a lêem diariamente.  Para quem se interessa pelo seu conteúdo, mas não têm tempo de ler, faça um envio semanal com as principais notícias da semana. </p><p>Envie as newsletters cedo para o receptor que costuma ler no início do dia e faça outro envio ao final da tarde para quem lê sua comunicação no fim do expediente. Estes são exemplos de segmentações básicas que podem ser aplicados nos mais variados segmentos como e-commerce, instituições de ensino, etc.</p><p>Em geral, os provedores monitoram o volume de e-mails enviados por uma determinada rede, a quantidade de e-mails inexistentes (hard bounces), a quantidade de e-mails reportados como spam e mecanismos de autenticação utilizados pelo remetente e pelo servidor de origem. Hoje em dia, existem plataformas de e-mail marketing inteligentes o suficiente para realizar o controle do volume de entrega por remetente e provedor, baseando-se nas variáveis citadas acima. Esta é uma característica extremamente importante para a reputação do remetente e da própria plataforma, que devem sempre atuar dentro das políticas estabelecidas pelos administradores de grandes provedores de internet.</p><p>Não respeitando as políticas impostas pelos servidores de destino, você ou o seu fornecedor de solução para e-mail marketing terá grandes problemas como: bloqueio em blacklists, e-mails direcionados para a caixa de spam, e-mails entregues ao servidor, porém interceptados por filtros antes de atingir a caixa postal do destinatário, dentre outros. Se você procura uma solução para envio de e-mails para sua base de dados, não deixe estas questões de lado. Faça um check-list delas e procure utilizar referências de empresas que já utilizam as indicações citadas.</p><p>*Ricardo Ramos é CIO da Virid Interatividade Digital, empresa especializada em soluções e serviços de marketing digital. E-mail: <a href="mailto:ricardo@virid.com.br">ricardo@virid.com.br</a> </p><p><span class="texto_laranja_bold">Acesse</span><br /><a href="http://www.virid.com.br" target="_blank">www.virid.com.br</a></p>


Publicidade