Microsoft anuncia o novo navegador Bing e Edge desenvolvido com ChatGPT Bruno Mello 7 de fevereiro de 2023

Microsoft anuncia o novo navegador Bing e Edge desenvolvido com ChatGPT

         

Empresa descreve combinação como um "co-piloto com inteligência artificial para a web"

Publicidade

A Microsoft anunciou uma nova versão de seu mecanismo de busca Bing, alimentado por uma versão atualizada da mesma tecnologia de Inteligência Artificial que sustenta o chatbot ChatGPT. A empresa está lançando o produto junto com uma versão atualizada de seu navegador Edge, prometendo que os dois proporcionem uma nova experiência para navegar na web e encontrar informações online.

A Microsoft argumentou que o paradigma de busca não mudou em 20 anos e que aproximadamente metade de todas as buscas não respondem às perguntas dos usuários. A chegada da IA ​​conversacional pode mudar isso, entregando informações de forma mais fluida e rápida. “É um novo dia na pesquisa”, disse o CEO da Microsoft, Satya Nadella, em um evento de anúncio do produto. 

Novo Bing

O “novo Bing”, como a Microsoft o chama, oferece uma função de bate-papo onde os usuários podem fazer perguntas e receber respostas em linguagem natural. O recurso usa uma versão atualizada do modelo de linguagem de inteligência artificial construída pela OpenAI que sustenta o ChatGPT – conhecido como “Modelo Prometheus” – que oferece informações mais atualizadas com respostas anotadas.

Em demonstrações ao vivo, a companhia mostrou o novo Bing mostrando resultados de pesquisa tradicionais lado a lado com anotações e uma interface de bate-papo IA. A empresa mostrou vários exemplos de buscas: receitas, dicas de viagem, compras, entre outras.

Já de olho na evolução do seu concorrente, o Google anunciou o seu próprio ChatGPT, chamado Bard. O CEO Sundar Pichai descreveu o software como um “serviço experimental de IA conversacional”, mas observou que ainda está sendo testado por um pequeno grupo de usuários e só receberá um lançamento mais amplo nas próximas semanas.

Impacto no mercado e Marketing

De acordo com Samuel Pereira, especialista em negócios digitais, empresário, investidor e fundador da SDA Holding, existem quatro funções principais na execução da Inteligência Artificial da OpenAI. “A primeira delas é a criação de conteúdo. O sistema é extremamente poderoso do ponto de vista de trazer informações sobre os mais diversos assuntos, sendo uma ferramenta incrível para auxiliar no desenvolvimento de roteiros capazes de se destacar no ambiente digital, nos mais diversos formatos”, conta. 

Além disso, o ChatGPT consegue responder perguntas e tirar dúvidas com alguns simples comandos textuais. “Isso acontece com base em seu treinamento em dados de texto da internet. Ele utiliza o processamento de linguagem natural e algoritmos de deep learning para compreender o contexto da pergunta e gerar uma resposta apropriada que, na maioria dos casos, apresenta um contexto extremamente humanizado, excluindo a impressão de que o texto foi feito por um robô”, relata Samuel. 

Para o fundador da SDA Holding, as possibilidades apresentadas pela solução no sentido de automação também devem ser levadas em consideração. “A ferramenta é inteligente ao ponto de criar automações capazes de tornar os processos de venda ainda mais práticos, reduzindo o tempo para efetuar uma transação e otimizando o tempo de trabalho dos colaboradores”, pontua.

Samuel acredita que o ChatGPT também será fundamental para o futuro das ferramentas de suporte e atendimento. “A inteligência artificial pode ser treinada e aprender a responder, exatamente, as dúvidas apresentadas por clientes de determinadas companhias. Ela pode ser perfeita para otimizar o tempo de respostas e atender grandes demandas simultaneamente. Com o auxílio desse tipo de solução, a indústria e o mercado contam com boas perspectivas para um melhor atendimento pré e pós-venda”, finaliza.

Leia também: Inteligência Artificial responde “Como fazer um bom Marketing”


Publicidade