Gift cards foram uma boa opção para os presentes de fim de ano Bruno Mello 28 de dezembro de 2022

Gift cards foram uma boa opção para os presentes de fim de ano

         

90% dos brasileiros consideram os cartões-presente uma boa opção; versatilidade e liberdade chamam a atenção

Publicidade

As comemorações de fim de ano já estão chegando ao fim e, como sempre, trouxeram consigo uma dúvida urgente: como presentear familiares ou colegas de trabalho durante as celebrações típicas da época? Se, a pouco menos de uma semana do Réveillon, esta pergunta ainda lhe tira o sono, um estudo realizado pela Blackhawk Network Brasil pode ser a solução para os seus problemas.

Para 90% dos brasileiros, os gift cards são bons presentes de fim de ano. O volume de aceitação dos cartões-presente pode ser explicado pela versatilidade: disponíveis nos formatos físico e digital, os cartões são aceitos como forma de pagamento em alguns dos marketplaces mais populares do Brasil, e também podem ser utilizados para a renovação de serviços de assinatura, como Spotify e Netflix.

Outra vantagem notável é a liberdade de escolha. Ao contrário dos presentes tradicionais, escolhidos pelo comprador – e, naturalmente, suscetíveis ao escrutínio do destinatário – um gift card permite que o presenteado escolha livremente como gastar os créditos do presente.

Os diferenciais não passaram despercebidos: de acordo com a pesquisa, este ano, os gastos com a categoria nas compras de Natal e Ano Novo devem crescer 46%, e os cartões-presente serão convidados ilustres das confraternizações, que também devem aumentar: 53% dos brasileiros planejam realizar mais encontros para celebrar a reta final de 2022.

Além de ser vantajosa para os consumidores, a tendência também beneficia as empresas. Segundo a pesquisa da Blackhawk, 93% dos brasileiros gastam mais do que o valor do cartão-presente quando vão resgatar os créditos. Em média, o gasto extra é de R$ 198,00 para cartões de R$ 50,00.


Publicidade