E não sou eu, autor de livro sobre o tema que diz isso, mas duas fontes de enorme credibilidade em todo o planeta: Philip Kotler, a maior referência da história do marketing e a CES 2024, uma das mais importantes feiras de tecnologia do mundo. Minha esperança é que a SXSW 2024, que ocorrerá em Março, aborde o tema da mesma forma que as referências acima o fizeram.

É fato que dizer que “esse ano o Metaverso vem com tudo” parece atrasado, e infelizmente o é, pois essa frase diz respeito ao nosso amado Brasil, onde as lideranças ainda tem medo do novo, que concordo, o novo sempre assusta, mas como se diz por ai, quem sai na frente, normalmente tem vantagem.

Na minha modéstia visão, é um cenário que precisa ao menos ser testado como O Boticário, Coca-Cola, Stella Artois, Heineken, entre outras marcas, já fizeram suas tentativas. Importante ressaltar que o Metaverso não é algo do dia para a noite, é preciso de um tempo para que as iniciativas sejam aderidas pelas pessoas, como qualquer lançamento, é fato, que hoje, as Redes Sociais tem mais velocidade de negócios que o Metaverso, mas quanto tempo se levou para que as Redes Sociais chegassem a esse patamar?

Eu sempre que vejo algumas matérias como essa eu me pergunto se o Metaverso não morreu como alguns medrosos dizem por ai, afinal, mais fácil “matar” o desconhecido do que aprender com ele, não à toa, eu tenho certeza de que esse ano o Metaverso vem com tudo.

A plataforma do Metaverso poderá alcançar US$ 1 tri em 2030, isso significa pouco menos de 6 anos. Quer um efeito comparativo? Esse ano faz 10 anos que o Brasil perdeu de 7X1 da Alemanha na Copa de 2014, no Brasil.

A expansão do Metaverso será impulsionada principalmente pelos investimentos crescentes em todo o planeta, cuja o objetivo final é dar visibilidade para a marca ampliando os negócios, e isso tem sido feito em todo o planeta, ainda mais no segmento de moda.

A moda é um segmento em que o Metaverso está cada dia mais presente, entretanto, quanto mais eu estudo sobre os mercados, mais entendo como a moda está presente em todos eles, nem que seja apenas uma forte influenciadora, logo, esse mercado ser o que mais investe no Metaverso pode estar nos dando um recado importante nas entrelinhas.

Para quem ainda não está familiarizado com a CES (Consumer Electronics Show) trata-se de um evento de tecnologia que acontece em Las Vegas entre os dias 9 e 12 de janeiro. Entre as fabricantes que estão presentes na feira estão a Samsung, LG, NVidia, entre outras, é considerado o evento que dita as tendências de tecnologia para o ano que vem por ai, no caso, 2024.

Por isso que ela ocorre bem no começo do ano, pois é aqui que se debate as tendências do mundo da tecnologia, assim como a NRF faz com o varejo, a CES traz a tecnologia como seu carro-chefe e muitas coisas ali apresentadas são popularizadas em todo o planeta ajudando as pessoas a ter uma vida melhor diante a constante mudança no mundo.

A Panasonic vai entrar no Metaverso lançando o rastreador de corpo inteiro HaritoraX Wireless R e HaritoraX Wireless, este último compatível com SteamVR e com bateria para até 20 horas, por outro lado um país inteiro pode ser salvo pelo Metaverso, é o caso de Tuvalu.

Um conjunto de ilhas localizado no sul da Oceania, pode ser o primeiro o primeiro país a existir no Metaverso, afinal, em acordo com o governo, será preciso recriar a nação em um ambiente digital para Tuvalu não ser esquecido, uma vez que o local “engolido” pela água do mar.

Com a palavra, Philip Kotler

Esse ano o Metaverso vem com tudo, é o que o novo livro Marketing 6.0 do Kotler vai nos revelar. Infelizmente ele ainda não está disponível no Brasil – mas deve vir em breve – e, segundo o vem falando sobre o comportamento das pessoas nas tecnologias imersivas, tendo como um dos pilares o Metaverso.

 Marketing 6.0 – The Future Is Immersive (O futuro é imersivo). Tendo como co-autores Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan, a obra apresenta 10 capítulos distribuídos em três partes principais. A temática principal gira em torno do rápido crescimento em torno da experiência imersiva: realidade estendida, aumentada e metaverso. Marketing de conteúdo centrado no cliente, nas estratégias apoiadas por IA e na ascensão do Marketing multicanal e omnicanal personalizado para a era digital”, como visto aqui no Portal Mundo do Marketing.

E agora, vamos acreditar no Metaverso?

*Felipe Morais é Diretor da FM Consultoria em Planejamento