Com tantas, e polêmicas, mudanças, o Twitter vem perdendo usuários e anunciantes desde que Elon Musk assumiu o comando da empresa. Com isso, o Koo vem crescendo como plataforma de microblog. Depois do primeiro boom no Brasil, a rede social indiana anunciou o lançamento de novos recursos proativos de moderação de conteúdo desenvolvidos para fornecer aos usuários uma experiência mais segura nas mídias sociais. 

Os recursos, desenvolvidos in-house, são capazes de detectar proativamente e bloquear qualquer tipo de material de nudez ou de abuso infantil em menos de cinco segundos, taxando ainda a desinformação, escondendo comentários tóxicos e discursos de ódio da plataforma.

Apesar de ser concorrente direto do Twitter é diferente em filosofia, experiências e recursos disponíveis aos usuários. O primeiro é o Multi-Lingual Kooing (MLK), um recurso proprietário do Koo, que permite aos usuários postarem em seu idioma de origem, e, então, traduzir o post para múltiplos idiomas de sua escolha em apenas uma tela. Está disponível em mais de 20 idiomas.

Outra diferença é a verificação gratuita. Diferente da estratégia atual do Twitter, o Koo não cobra pela validação do perfil do usuário e ainda fornece dois tipos de verificação sem custo – a marca verde, uma auto verificação voluntária que ajuda o usuário a provar a autenticidade de sua conta e obter uma marca verde de autoverificação, sem ter que compartilhar qualquer dado sensível ou pessoal. Isso dá credibilidade aos pensamentos e opiniões que o usuário compartilha, reduzindo qualquer atividade de bots na plataforma. 

A outra é a marca amarela (eminência), para personalidades eminentes e notáveis para assegurar aos usuários que estão se engajando com a conta de sua personalidade favorita. Por exemplo, podem haver várias contas com o mesmo nome de uma celebridade, mas a marca amarela de iminência do Koo ajuda a identificar a conta legítima. 

Com isso, a rede social indiana pretende atrair ainda mais pessoas para sua plataforma. “Acreditamos em dar o poder e o controle aos usuários e creators para criar um mundo em que eles desejem viver. Nossa missão é unir o mundo que está dividido por barreiras linguísticas e dar aos usuários a liberdade de se expressar no idioma de sua escolha”, contou Mayank Bidawatka, cofundador do Koo, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Leia a entrevista na íntegra.

Mundo do Marketing – Como o app está funcionando para receber os usuários brasileiros? Quais são as mudanças feitas além do idioma para cativar o público brasileiro?

Mayank Bidawatka: O Koo é o segundo maior microblog do mundo disponível no planeta, lançado no Brasil em novembro de 2022. Como prova do crescimento da plataforma, acumulou dois milhões e meio de novos usuários poucos dias após seu lançamento no país. Nossa plataforma continua crescendo e contamos com mais de 500 celebridades do Brasil como Felipe Neto, Claudia Leitte e Ronaldinho Gaúcho, Rosana Hermann e Babu Santana. O presidente Lula chegou a 250 mil seguidores na plataforma recentemente.

No Koo, acreditamos em dar o poder e o controle aos usuários e creators para criar um mundo em que eles desejem viver. Nossa missão é unir o mundo que está dividido por barreiras linguísticas e dar aos usuários a liberdade de se expressar no idioma de sua escolha. O Koo oferece vários recursos exclusivos que nos diferenciam de outros aplicativos e nos permitem ganhar força no Brasil, como:

– MLK (Multi-Language Kooing): os usuários podem usar o Koo em vários idiomas;

– Funcionalidade de edição gratuita: podem editar um Koo a qualquer momento gratuitamente. Isso é feito para dar aos criadores a flexibilidade de representar seus pensamentos da melhor maneira possível;

– Auto Verificação gratuita: podem se auto verificar em 15 segundos e provar que há uma pessoa real por trás da conta enquanto permanecem anônimos, porque o anonimato é um direito fundamental na internet;

– 10 fotos de perfil: têm a opção de carregar até 10 fotos de perfil em comparação com as fotos de perfil fornecidas pelos microblogs concorrentes;

– Página de perfil: página de perfil imersiva com uma grande foto de perfil;

– Salvando um Koo:podem salvar um Koo ao qual desejam se referir mais tarde;

– Limite de 500 caracteres: é possível escrever postagens mais longas com nosso limite de 500 caracteres, além da capacidade de criar tópicos e escrever postagens de até 1.000 caracteres;

– Vídeos mais longos gratuitos versus pagos, de acordo com o Twitter Blue: é possível anexar vídeos de até 512 MB à postagem gratuitamente. Se for um anexo de vídeo do YouTube, pode ter qualquer tamanho;

– Anexar 10 imagens: os usuários podem anexar até 10 imagens em cada postagem;

– Feed de pessoas: feed de pessoas para encontrar e seguir facilmente outras pessoas.

Fora isso, tínhamos uma aba FIFA e uma BBB durante o show e isso era feito apenas para usuários brasileiros. Estes são exemplos de localização que fazemos de acordo com cada geografia. 

Mundo do Marketing – Quais já são marcas/ações brasileiras no app

Mayank Bidawatka: O Koo anunciou seu primeiro programa de fidelidade do setor no Brasil no mês passado. Através do programa, os usuários podem ganhar Koopons todos os dias por meio de suas atividades no Koo, bem como por indicar a plataforma para familiares e amigos. Os Koopons podem, então, ser trocados por ofertas especiais de marcas de todo o país. Lançamos este programa porque somos uma plataforma inclusiva e acreditamos que todos que fazem parte da plataforma devem se beneficiar do crescimento dela – sejam usuários, criadores ou empresas. Milhões de usuários participam disso e obtêm valor, além de estar em uma plataforma social, e aprender sobre o que está acontecendo ao seu redor.

Uma das leais seguidoras do Koo no Brasil, com o apelido @paulajulis, sugeriu o nome Koopons, servindo perfeitamente! O nome – e a história por trás dele – reflete perfeitamente o espírito por trás de Koo.

As marcas participantes que já oferecem descontos e outros benefícios via Koopons no Brasil, incluem Adidas,Nike, Amazon,Dell,HP, Lenovo, KaBuM, Netshoes, Extra.com, TokStok,  MadeiraMadeira, Casas Bahia, Hering.com e Poliesportivo.

Mundo do Marketing – Como funciona a questão da publicidade na plataforma?

Mayank Bidawatka: Temos mais de 100 marcas na plataforma e oferecemos várias maneiras de anunciar. O Koo oferece um espaço seguro para a apresentação da marca. Ele fornece visibilidade e descoberta para as empresas em seu feed de pessoas gratuitamente e possui várias propriedades promocionais para as empresas alcançarem a comunidade. As empresas também são incentivadas a recompensar os usuários por meio do Koopons, o primeiro programa de fidelidade do setor da Koo, na forma de vouchers, que são compartilhados diretamente com os usuários.

Mundo do Marketing – Onde fica a equipe de Marketing e quantas pessoas fazem parte dela?

Mayank Bidawatka: Nossa equipe de Marketing está sediada na Índia. Somos uma empresa jovem e temos pequenas equipes em funções que nos ajudam na rápida tomada de decisão e execução.

Mundo do Marketing – Quais incentivos as empresas estão criando para que os influenciadores migrem para ela?

Mayank Bidawatka: O Koo tem alguns dos recursos mais diferenciados que os usuários e creators valorizam. Para os creators, o Koo fornece um teclado de idiomas, a capacidade de se expressar em mais de 20 idiomas disponíveis na plataforma, descoberta e visibilidade no feed de pessoas e vários outros espaços na plataforma. O Koo permite que os creators se conectem com os usuários em seus idiomas regionais, a capacidade de monetizar sua presença, autoverificação gratuita em 10 segundos, uma página de perfil muito rica e várias ferramentas de criação para simplificar a expressão e a capacidade de editar suas postagens a qualquer momento. Todos esses recursos são gratuitos.

Nos tornamos a primeira plataforma de microblogging no mundo a lançar um novo recurso para permitir que os creators escrevam e rascunhem postagens usando o ChatGPT. O recurso está disponível para perfis eminentes ou verificados no Koo, e será lançado para todos os usuários em breve.

O recurso de IA generativa fornecerá vários casos de uso para creators, como encontrar as principais notícias do dia ou solicitar uma citação de uma personalidade conhecida, ou até mesmo solicitar que a postagem, ou um blog, seja escrito sobre um tema específico, tudo dentro do rascunho da seção.

Também facilitamos a migração dos usuários importando seus Tuítes e encontrando seus seguidores do Twitter no Koo, eliminando a necessidade de começar do zero.

Mundo do Marketing – Muitas pessoas dizem que o Twitter se tornou um ambiente tóxico e o Koo é uma plataforma amigável. Como está o trabalho de combate às fake news e ao discurso de ódio na plataforma?

Mayank Bidawatka: O Koo é uma plataforma pública construída com uma ‘abordagem de primeiro usuário’. Cada decisão é sempre feita usando uma primeira lente do usuário. Nosso objetivo como plataforma é manter todos seguros. Temos diretrizes da comunidade bem definidas que são exibidas em nosso site em vários idiomas. Trabalhamos com base nos princípios de transparência e equidade e nossas diretrizes e políticas se aplicam a todos, independentemente de sua estatura.

Adotamos uma abordagem proativa para moderação de conteúdo e lançamos recentemente novos recursos de segurança projetados para fornecer aos usuários uma experiência de mídia social mais segura e protegida. Os novos recursos são capazes de detectar e bloquear proativamente qualquer forma de nudez ou material de abuso sexual infantil em menos de 5 segundos, rotulando desinformação e ocultando comentários tóxicos e discurso de ódio na plataforma. Nosso ‘Misinfo & Disinfo Algorithm’ interno ativamente, e em tempo real, verifica todas as fontes públicas e privadas de notícias falsas virais e relatadas com base em notícias falsas, para detectar e rotular desinformação em uma postagem, minimizando, assim, a propagação de desinformação viral na plataforma.

Também desenvolvemos um ‘MisRep Algorithm’ que verifica constantemente a plataforma em busca de perfis que usam o conteúdo, fotos, vídeos ou descrições de personalidades conhecidas para detectar perfis falsificados e bloqueá-los. Ao serem detectadas, as fotos e vídeos de personalidades conhecidas são imediatamente removidos dos perfis e essas contas são sinalizadas para monitoramento de mau comportamento no futuro.

Além disso, o processo de auto verificação voluntária oferecido pelo Koo leva a um aumento no número de usuários autenticados, o que, por sua vez, ajudará a conter a desinformação que prospera no anonimato. 

Mundo do Marketing – A brincadeira de duplo sentido com o nome da plataforma é um ponto forte da propaganda ou a empresa está trabalhando para mudar esse pensamento brasileiro?

Mayank Bidawatka: Somos uma empresa jovem e divertida. Assim que descobrimos o significado de Koo, rimos muito disso. Estamos tão felizes que os usuários do Brasil têm um senso de humor tão bom que nos amaram e nos tornaram virais. Fizemos uma enquete sobre se deveríamos mudar o nome e a maioria das pessoas respondeu dizendo que estava muito feliz com o nome.Somos uma empresa focada no usuário e, se os usuários do Brasil adoram nosso nome, não faremos nenhuma alteração.

Mundo do Marketing – Quais mudanças podemos esperar do app este ano?

Mayank Bidawatka: O Koo é uma plataforma rica em recursos que prioriza o usuário, com muitos recursos exclusivos que nenhuma outra plataforma possui. Os usuários podem se expressar em seu idioma com nosso teclado de idiomas, um limite de 500 caracteres, postar em vários idiomas de uma só vez, agendar suas postagens para uma data e hora posteriores, editar suas mensagens, obter autoverificação gratuita em 15 segundos, fazer upload várias fotos de perfil e anexando mais mídia. Nós nos tornamos a primeira plataforma de microblogging no mundo a permitir que os criadores escrevam e rascunhem postagens usando o ChatGPT.

Este ano, os usuários podem esperar o seguinte:

– Ferramentas de monetização para creators

– Histórias

Comunidades

Conversa em grupo

Salas de bate-papo públicas

Análise detalhada com mapas avançados

 – Muitas ferramentas de IA integradas como anexos

Estes são apenas alguns exemplos, e não uma lista exaustiva, do que você pode esperar de Koo nos próximos meses. 

Leia também: KOO: conheça a rede social que ganhou buzz após polêmicas do Twitter com Elon Musk