87% dos consumidores pretendem parcelar as compras no Dia das Mães Bruno Mello 2 de maio de 2023

87% dos consumidores pretendem parcelar as compras no Dia das Mães

         

Levantamento mostrou que, entre os métodos de pagamento, 50,5% irão optar por pix ou boleto parcelado

87% dos consumidores pretendem parcelar as compras no Dia das Mães
Publicidade

Ao lado de Natal e Black Friday, o Dia das Mães é uma das datas de maior volume de vendas para o comércio nacional. No último ano, de acordo com dados do Nielsen IQ Ebit, o e-commerce faturou em torno de R$5,5 bilhões, enquanto as vendas no comércio físico cresceram 6,9%, segundo a Serasa Experian.

Um levantamento realizado pela fintech Koin nas duas primeiras semanas de abril mostrou que 60,4% pretendem comprar um presente no Dia das Mães e farão isso antecipadamente, enquanto 27,2% irão aguardar a proximidade da data em busca de promoções. 

70,3% do público que pretende comprar presentes para celebrar a data é formado por mulheres entre 32 e 50 anos. Os eletrodomésticos continuam sendo o carro chefe, com 28,7% das intenções de compra, seguido por celular e itens beleza e perfumaria, com 22,3%, e vestuário, com a preferência de 19,3% dos consumidores. 

Em relação ao valor do presente, 38,2% pretendem gastar entre R$200,00 e R$500,00 e 87% dos entrevistados disseram que irão parcelar a compra. “Os métodos de pagamentos alternativos, como o BNPL (Compre Agora, Pague depois), possibilitaram que pudessem parcelar suas compras via boleto ou pix sem precisar utilizar seu limite do cartão de crédito. Logo, o parcelamento, que já é algo muito presente entre os brasileiros, conta com outras modalidades além das convencionais ”, analisa Lucas Iván Gonzalez, CPO da Koin. 

O comércio online se mantém na liderança na preferência do público, com 60,9% optando pelo e-commerce, contra 14,4%, que farão as compras em lojas físicas. O método de pagamento a ser utilizado mostra a relevância que o BNPL vem tendo para o consumo: 50,5% pretendem pagar as compras via boleto/pix parcelado, enquanto o cartão de crédito é a opção de apenas 36,1%. 

A pesquisa também revelou que há dois fatores que definem a compra: a forma de pagamento é primordial para 51,5% das pessoas, seguido pelos descontos oferecidos, com 39,2%.

Leia também: 90% dos consumidores querem falar com as empresas através de mensagens


Publicidade