Experiências personalizadas, conexão com os consumidores, segurança digital. Estes são alguns dos atributos que levaram Bill Gates a classificar a Inteligência Artificial (IA) como o avanço tecnológico mais importante das últimas décadas. E em 2024, essas vantagens deverão impactar significativamente o mercado de publicidade.

Para Raquel Braga, CMO da BKR, o uso da Inteligência Artificial como ferramenta de trabalho tem se tornado fundamental. Ela acredita que 2023 foi o ano da descoberta e 2024 será o ano da consolidação, quando as ferramentas de IA acopladas em soluções do dia a dia se tornarão parte essencial de várias profissões, principalmente para facilitar a análise de dados, a melhoria de processos e a redução de custos.

O mercado publicitário espera poder empregar em larga escala o modelo de IA que permite a conversão de textos, ou prompts, em vídeos. OpenAI, Google, Meta, Amazon e Microsoft estão trabalhando para aperfeiçoar a ferramenta, que deverá ser uma tendência ao longo do ano.

Pensando em como será 2024 para o mercado publicitário, Raquel elencou outras quatro tendências que deverão impactar a vida dos profissionais do setor.

Live Shop

No país, moda (36%), beleza (23%), casa e decoração (18%), e eletrônicos (9%) são os setores que mais utilizam o live commerce, de acordo com dados do 1º relatório de Live Shopping do Brasil, desenvolvido pela Mimo. A tendência é que o formato se desenvolva ainda mais. Para Raquel, isso pode ser explicado pelo fato de que a modalidade pode alcançar espaços que ainda não foram explorados, o que oferece uma excelente oportunidade para que as marcas construam diferenciais em relação às concorrentes e alavanquem as vendas.

TikTok: Search Ads Toggle

Segundo a especialista, o lançamento da plataforma TikTok, Search Ads Toggle, será um grande aliado da publicidade, já que as marcas poderão posicionar seus produtos e serviços com base na relevância para cada usuário da plataforma. Ela classifica a novidade como uma das maiores tendências nas redes sociais, visto que o boom da rede cria, por si só, um ambiente de competição.

Para Raquel, o Search Ads Toggle será uma ótima ferramenta para conversar com o público de uma maneira leve, com conversão e eficiência e será o aliado ideal para as marcas, que poderão se engajar com a comunidade em diversos anúncios personalizados de acordo com o estilo da marca, tudo no campo de busca da plataforma.

70% dos grupos de anúncios que estavam com a funcionalidade ativada apresentaram um desempenho mais eficiente do que os que não estavam, principalmente com resultados de conversões vindo dos anúncios no meio das pesquisas, de acordo com um estudo divulgado pelo TikTok.

Rebrandings minimalistas

Na avaliação da CEO, os rebrandings minimalistas trazem um ar de inovação e seguem as preferências mundiais, já que o movimento menos é mais já é uma realidade em diversos lugares do mundo. Isso inclui medidas ousadas como a remoção de elementos da sua identidade visual ou da  logo, tornando-as mais simples e minimalistas, com letras cursivas dando lugar à letra de forma. Raquel acredita que os holofotes virarão para o branding, uma vez que canais de mídia estão cada vez mais saturados.

Ativações Off

A mídia Out of Home (OOH) possui uma taxa de visualização 15% maior e 42% mais engajamento, de acordo com dados divulgados por uma pesquisa realizada pela GALERIA.ag e a JCDecaux. Em função disso, em 2024, a modalidade volta a protagonizar os planos de mídia e traz consigo as ativações off em formatos diferenciados em eventos e lugares de grande concentração de público.

O objetivo, segundo Raquel, é estabelecer conexões com um público em massa de uma maneira mais orgânica, na contramão das tecnologias atuais. A estratégia se prova útil em um cenário em que a mídia digital fica cada vez mais saturada e interruptiva.

Adicionalmente, de acordo com a Diretora de Mídia & Digital da divisão Insights da Kantar, Maura Coracini, o período pós-pandemia fez com que os brasileiros voltassem a preferir e valorizar mais o contato das marcas nos ambientes presenciais.

Leia também: Tendências para 2024: inteligência artificial aplicada ao e-commerce em alta

MBA Mundo do Marketing