O mercado de produtos digitais tem apresentado constante crescimento nos últimos anos, o que possibilitou que mais pessoas entrassem neste ramo, seja para produzir ou consumir os conteúdos. Em 2020, o setor faturou mais de 160 bilhões de dólares no mundo, de acordo com a consultoria de mercado Valuates Reports e a estimativa é que, até 2027, atinja um faturamento global de 241 bilhões de dólares, com um crescimento médio de 5,9% ao ano.

Para Gabriel Rockenbach, CMO do Greenn, startup de produtos digitais, o setor de infoprodutos tem potencial para crescer ainda mais nos próximos anos. “A manutenção de estratégias que são eficazes, aliado a novas formas de atrair e fidelizar infoprodutores e consumidores pode tornar o cenário ainda melhor”, afirmou.

O executivo listou cinco tendências do mercado de produtos digitais para 2023:

Interatividade e personalização de conteúdo

Uma das grandes preocupações dos criadores de conteúdo atualmente é o engajamento do público com seu produto. Em 2023, a criação de infoprodutos personalizados e interativos, onde os conteúdos sejam mais do que apenas uma aula ou aprendizado, deve ser um dos primeiros pontos de atenção dos produtores digitais ao idealizar os seus cursos.

Com o conteúdo sendo transmitido de forma diferente, ele pode tornar-se uma experiência única para quem o consome e se diferenciar de outros conteúdos da mesma temática, que podem rivalizar por espaço nas plataformas de infoprodutos.

Fique de olho nos segmentos que são sucesso

Algumas segmentações se destacam mais que outras no interesse do consumidor final, e cursos voltados para o setor pet, profissionalização, saúde, emagrecimento e relações pessoais devem permanecer muito procurados em 2023, se tornando assim uma ótima oportunidade para a exploração de conteúdo por parte de novos infoprodutores.

Redes sociais e WhatsApp devem ser aliados

O uso das redes sociais para a interação com clientes é fator fundamental para a performance do infoproduto. Com um mundo cada vez mais conectado por meio das redes, lançar o produto apenas na plataforma não basta, então, criar grupos, comunidades e espaços de conversa sobre o infoproduto são fatores que, aliados também à um forte direcionamento para mídias como o Tik Tok e Instagram, onde os vídeos curtos são muito presentes e ajudam a viralizar conteúdos, pode impulsionar os produtos digitais.

Além disso, o WhatsApp Comunidades, novo recurso do aplicativo, que permitirá a criação de grupos com até 1024 pessoas, promete ajudar ainda mais na estratégia de infoprodutores. Com a possibilidade de criar “sub-grupos” dentro da mesma temática, os produtores digitais podem criar mecanismos como conteúdos exclusivos, promoções e descontos para clientes, a fim de fidelizar consumidores, ser um canal de fácil acesso para comunicar novidades, além de ser um recurso rápido e prático para tirar dúvidas

Flexibilidade do conteúdo em diversos dispositivos

Para muitos brasileiros, a porta de entrada para interação com o digital acontece pelo celular, segundo dados do levantamento anual da FGV, o país possui atualmente 242 milhões de smartphones em uso. Com as pessoas buscando maneiras diversificadas e menos “engessadas” de se aprender algo novo, os infoprodutores ganharam espaço com conteúdos diferentes que abrangem diversos segmentos da sociedade, como gastronomia, negócios e tecnologia. Segundo a ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), a  procura por cursos online aumentou em pelo menos 50% no país desde de 2020.

Essa flexibilidade da disponibilidade do conteúdo deve ser mantida para 2023, pois as pessoas cada vez mais procuram conteúdos rápidos e práticos, que possam assistir dos seus diversos dispositivos, muitas vezes até enquanto fazem outra atividade.

Plataforma intuitiva

Definir uma plataforma é um ponto crucial para o relacionamento de um produto digital com seu público-alvo e deve seguir assim em 2023, sendo a experiência do usuário hoje um dos fatores determinantes para a fidelidade do consumidor. Ter uma plataforma intuitiva para a distribuição dos cursos e consumo dos clientes, com capas personalizadas para cada infoprodutor e módulo do curso apresentado, pode ser um diferencial para adoção dos infoprodutores e capitalização de clientes.

Leia também: Prognósticos para a publicidade nos meios digitais em 2023