Um dos momentos mais aguardados do ano para o varejo, a Black Friday está chegando e, de acordo com dados do Google, no último trimestre deste ano, as pesquisas sobre a data cresceram mais de 100% em relação ao ano passado. Além disso, segundo dados da Spot Metrics, empresa de Inteligência de Dados para o varejo, os principais segmentos de consumo são o de eletrônicos (43,3%), eletrodomésticos (38,1%), moda e acessórios (35,5%), calçados (30,4%) e cosméticos (28,7%).

Mas além de pensar em estratégias para alavancar as vendas no grande dia, é fundamental planejar o pós, visando a fidelização dos novos clientes adquiridos. Nesse sentido, Fernanda Manduano, diretora da agência de marketing digital Menta Criativa, explica que a atenção ao cliente é a parte mais importante para segurar o consumidor. “O que eu vejo muito é que em datas assim, as lojas focam muito em vender a todo custo e olham pouco para o cliente. Assim, ele se sente só mais um, compra e vai embora. É muito importante pensar em formas de agradá-lo, fazer com ele se sinta especial e lembrado”, afirma.

Para isso, ela dá quatro dicas para fidelizar novos compradores, pensando nos cinco segmentos que mais devem vender na data.

Atendimento pós-venda

O atendimento após a venda é muito importante para segurar o comprador. “Eu acho que esse é o ponto que as empresas mais pecam nas datas comemorativas. Mesmo que seja um volume muito grande de vendas, o atendimento personalizado é fundamental, porque a experiência de compra faz total diferença na fidelização do cliente. No caso dos setores de eletrônicos e eletrodomésticos, eu acho que esta é a estratégia mais decisiva, porque por serem compras com valores mais altos, o cliente busca essa confiança, a garantia de que se tiver algum problema ele será bem assistenciado”, conta Fernanda.

Parcerias com profissionais externos

Uma outra ideia interessante é oferecer parcerias com profissionais do segmento de atuação da loja. “A oferta de outros serviços é muito atrativa para o consumidor. Por exemplo, a consultoria de imagem e estilo está super em alta. Uma loja de vestuário oferecer um vale consultoria para o cliente é uma ótima aposta, pois ele vai se sentir privilegiado por ter ganho um serviço extra. Fora que descobrindo mais sobre o seu estilo, provavelmente ele vai voltar para comprar mais”, explica a especialista em marketing.

Brindes personalizados

A oferta de brindes também é sempre bem-vinda. Ela é inclusive uma estratégia interessante para as lojas que não têm margem para oferecer desconto na Black Friday. “O consumidor ama brinde, ainda mais se for personalizado. Podemos pensar, para lojas de calçados, por exemplo, em associar os sapatos de verão, que são mais vendidos nesta época, com presentes voltados à estação, como cangas e squeezes”, indica Fernanda.

Grupos de promoção

Para aproximar ainda mais o consumidor, a criação de grupos para a oferta de promoções após Black Friday é uma boa estratégia. “Criar um grupo no Telegram ou no Whatsapp e oferecer promoções exclusivas é uma excelente forma de cativar o cliente também. No setor de cosméticos, por exemplo, este tipo de ação é bem interessante tendo em vista o perfil de consumidor, que é predominantemente feminino. Isso porque os grupos, além dos descontos, promovem a interação entre as clientes e cria uma rede mais familiar, cativando-as”, conta a diretora.

Leia também: Alvo de reclamações, Black Friday levará 64,3% dos brasileiros às compras