Pix avança no Brasil e conquista novos setores econômicos Bruno Mello 15 de junho de 2023

Pix avança no Brasil e conquista novos setores econômicos

         

Modalidade de pagamento foi recentemente adotada pelo setor aéreo e é opção em 50 órgãos públicos federais

Pix avança no Brasil e conquista novos setores econômicos
Publicidade

Os brasileiros estão, de fato, fazendo o Pix. De acordo com estudo do Banco Central, em 2022, a modalidade de pagamento alcançou 38% de todas as transações registradas no país (cartão de crédito, débito e boleto). Para efeito de comparação, em 2021, o Pix representava 16% do total.

Além do grande impacto rapidamente alcançado em termos de números e transações financeiras, o Pix também se tornou um aliado de ofertas e descontos em diversas áreas da economia nacional, especialmente no setor de consumo.

Daniela Machado, diretora global de Marketing e produtos da C&M Software, avalia que a ascensão do método de pagamento criou uma via de mão dupla que eleva a lucratividade do varejo: de um lado, o comércio passou a ofertar descontos atrativos ao consumidor que paga no Pix; do outro, o consumidor nota o aumento do seu poder de compra e barganha.

Pix além do varejo

Os benefícios proporcionados pelo Pix também começaram a ser observados por outras indústrias, como é o caso do setor aéreo. Recentemente, a GOL, empresa brasileira de linhas aéreas, se tornou a primeira companhia do país a oferecer a opção como forma de pagamento para os passageiros.

Publicidade

Outro exemplo recente da adesão ao Pix foi realizado nas contas de luz. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), aprovou uma resolução que obriga as distribuidoras de energia do país a adicionar o Pix como forma de pagamento, inclusive com QR code na fatura.

Além disso, mais de 50 órgãos públicos federais recebem o pagamento de taxas e multas por meio do Pix na plataforma PagTesouro. Entre as possibilidades de pagamento estão: pagamento de taxa do ENEM, registro de patentes e emissão de passaporte.

Além das funcionalidades dentro do varejo e opção de pagamento, em 2023, o Pix foi adotado como forma de restituição do Imposto de Renda, sendo priorizadas as restituições que optaram por receber via Pix.

Raio-X do sistema bancário brasileiro

Em bate-papo com o Clube Mundo do Marketing, Fábia Silveira, Gerente de Planejamento e Atendimento da Qualibest, destacou que 79% dos respondentes de uma pesquisa realizada pelo Instituto se declararam usuários do Pix, motivados pelas facilidades oferecidas pelo canal digital. Em sua análise, a Gerente apresentou o raio-X do relacionamento dos internautas brasileiros com o sistema bancário.

Venha para o Clube e faça parte da conversa!

 Leia também: 73% dos brasileiros planejam utilizar o Pix em 2023, indica Octadesk


Publicidade