Brasileiros estão se exercitando, e essa é uma boa notícia para o mercado esportivo Bruno Mello 22 de junho de 2023

Brasileiros estão se exercitando, e essa é uma boa notícia para o mercado esportivo

         

Público demonstra hábitos saudáveis sobre a prática de esportes ou, pelo menos, a consciência sobre eles

Brasileiros estão se exercitando, e essa é uma boa notícia para o mercado esportivo
Publicidade
Prime Day

66% dos brasileiros não gostam de se exercitar, mas concordam que atividades físicas regulares fazem bem à saúde. É o que indica o relatório “Esportes – análise da categoria em digital e social” divulgado pela Comscore para identificar os comportamentos e as preferências dos brasileiros sobre o assunto.

A forma de encarar a prática de atividades físicas divide os brasileiros em dois grupos facilmente identificáveis. De um lado, se encontram os 48% que admitem não ter disciplina para praticar esportes diariamente; do outro, estão os 41% que não se sentem bem sem se exercitar regularmente.

No entanto, a prática esportiva encontra adeptos tanto no grupo dos entusiasmados quanto no grupo dos procrastinadores e se divide em modalidades diversas. Perguntados sobre os esportes que mais praticam, 21% dos entrevistados responderam caminhada, 14% futebol e 10% corrida.

E o Marketing?

Em busca da sensação de ser um atleta completo, as pessoas começam a se vestir como um. Destaques no cenário esportivo profissional, Nike, Adidas e Puma despertam a atenção do atleta casual brasileiro e formam o Top 3 no ranking de marcas mais procuradas do segmento.

Publicidade

Neste cenário, a Nike se sobressai às demais, acumulando um público que se aproxima da casa dos três milhões. No entanto, a campeã da tríade não está imune ao poder de atração  das outras marcas: 20,7% do público que prefere a Nike também buscam por produtos da Adidas, enquanto 8,1% flertam com itens da Puma.

Embora possuam sites próprios, os produtos do trio são comumente comercializados nas principais plataformas de e-commerce especializadas em esportes. Neste recorte, a Netshoes acumulou 12.9 milhões de visitantes únicos em abril, seguida por Centauro (5.2M) e Decathlon (1M).

O estudo da Comscore avaliou, também, a performance de influenciadores esportivos nas redes sociais. Com 7.1 milhões de seguidores no Instagram, o canal Desimpedidos ocupa a primeira posição no ranking de desempenho, atingindo 14,8 milhões em níveis de audiência.

No entanto, os melhores índices de ações por post foram registrados por figuras individuais, como Fred – oriundo do Canal Desimpedidos – e o narrador do Prime Video Rômulo Mendonça. Os influenciadores colecionam, respectivamente, 55,9 mil e 23,9 mil ações por post nas redes sociais, contra 19,5 mil do Canal Desimpedidos.

À maneira de um atleta 

Poucas pessoas tiveram e terão a oportunidade de embarcar em um bólido da Fórmula 1. No entanto, isso não quer dizer que não é possível se vestir como um deles. Patrocinadora da equipe Aston Martin F1, a Hugo Boss trouxe ao Brasil coleções temáticas da categoria para rejuvenescer a identidade das lojas e preservar a sólida presença no mundo dos esportes.

Em bate-papo com o Clube Mundo do Marketing, Romeo Bonadio Junior, Diretor Geral Hugo Boss do Brasil, falou sobre as estratégias da marca para se manter no topo, detalhou estratégias de aquisição de clientes e ofereceu mais detalhes sobre os planos do Grupo para os pontos de venda físicos e digitais no Brasil.

Venha para o Clube e faça parte da conversa!

Leia também: E-não-sports: uma reflexão sobre estar ou não no guarda-chuva dos esportes tradicionais


Publicidade
Prime Day