Quem são e o que fazem os profissionais de tech modernos? Bruno Mello 29 de junho de 2023

Quem são e o que fazem os profissionais de tech modernos?

         

Mapeamento realizado pela Alura identifica interesses e comportamentos de profissionais da área em diferentes etapas da vida

Quem são e o que fazem os profissionais de tech modernos?
Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day

No passado, o significado da palavra nerd se estendia de maneira pejorativa para grupos populares específicos, como os profissionais da área de tecnologia, por exemplo, que carregavam estereótipos de pessoas introvertidas, dotadas de poucas habilidades sociais. Para desmistificar os estereótipos levantados por este rótulo, a Alura mapeou os interesses reais desse público no Brasil.

Olhando para os nerds brasileiros, a empresa descobriu que 86% deles são aficionados por computadores de alta performance, 66% são fãs de filmes de ficção científica ou fantasia (produções que popularizaram a figura do nerd nos últimos anos) e 47% são apaixonados por heavy metal.

Traduzindo os números, a Diretora de Marketing da Alura, Julia Chagas, observa que os dados comprovam que a popularização das formas de entretenimento e a disseminação de informações com os avanços tecnológicos desempenharam papéis cruciais na transformação da percepção do público sobre o setor tech.

Para a Diretora, a crescente valorização de temas como ficção científica, fantasia e histórias em quadrinhos permitiu um furo nas bolhas sociais deste público. Hoje, as pessoas se conectam para discutir sobre o que amam, compartilhando conhecimentos e encontrando pares que possuem interesses em comum.

Quem são e o que fazem?

Publicidade

O mapeamento da Alura analisou trabalhadores ocupando vagas em webdesign, TI, Marketing, design gráfico, design de jogos, ciência, programação e engenharia, e buscou compreender hobbies e comportamentos de forma geracional.

Neste recorte, os millennials (entre 25 e 34 anos) representam a maior parte da comunidade tech, com 52% de participação, seguidos pela faixa de 35 a 44 anos (22%). Enquanto isso, a geração Z (entre 18 e 24 anos) leva a medalha de bronze, com uma fatia de 20%.

Voltando o foco da análise para os Millennials, o mapeamento descobriu que o público feminino nesta faixa etária é composto por profissionais de negócios, fãs de séries de drama, entusiastas de decorações domésticas, fãs de fotografia, adeptas de viagens de luxo e em família e fashionistas.

Já o público entre 35 a 44 anos, que representa a maioria composta pelo público masculino, são classificados como gamers casuais, entusiastas de notícias de entretenimento e de DIY (“Do It Yourself”), fãs de quadrinhos e animação, donos de gatos e fãs de filmes familiares.

Finalmente, a geração Z, outro grupo em que a maior parcela dos profissionais são homens, são classificados como fãs de futebol, fãs de jogos de aventura e estratégia, fãs de basquete, fãs de games de esporte, frequentantes de eventos ao vivo, entusiastas de health & fitness, entusiastas por cozinhar e fãs de heavy metal, indie rock, rock alternativo, jazz e blues e rap e hip-hop.

Por fim, a geração Z, outro grupo em que a maior parcela dos profissionais são homens, possuem os seguintes perfis: fãs de futebol; fãs de jogos de aventura e estratégia; fãs de basquete; fãs de games de esporte; frequentemente participam de eventos ao vivo; entusiastas de health & fitness; entusiastas por cozinhar; e fãs de heavy metal, indie rock, rock alternativo, jazz e blues e rap e hip-hop.

Espaço no Marketing

Em bate-papo com o Clube Mundo do Marketing, o Diretor de Marketing da Cortex, Leandro Jardim, apresentou o relatório Marketing em Foco, que oferece um panorama do mercado de Marketing e publicidade no Brasil.

Para os profissionais que buscam um lugar ao Sol nas fileiras do Marketing, vagas e cargos específicos chamam a atenção. Postos como designer, analista de Marketing, social media , assistente de Marketing e analista de produto, por exemplo, oferecem algumas pistas sobre especializações que deverão ser bem aproveitadas pelo mercado nos próximos anos.

Venha para o Clube e faça parte da conversa!

Leia também: Inteligência Artificial já é realidade para 85% dos profissionais no campo da tecnologia


Publicidade