Copa do Mundo Feminina movimentou 21 mil conversas nas redes sociais Bruno Mello 21 de julho de 2023

Copa do Mundo Feminina movimentou 21 mil conversas nas redes sociais

         

Estudo realizado em conjunto pela Stilingue e pela NWB monitorou menções que antecederam o início do torneio; conversas sobre a convocação da Seleção totalizaram 783 publicações

Copa do Mundo Feminina movimentou 21 mil conversas nas redes sociais
Publicidade

A Copa do Mundo Feminina começou nesta quinta-feira (20). Enquanto aguardam a estreia da Seleção Brasileira, que acontecerá na próxima segunda-feira (24), contra o Panamá, os brasileiros movimentam a Internet com conversas sobre o torneio.

Em um período de um mês – entre 16 de maio e 16 de julho – foram registradas 21 mil conversas nas redes sociais sobre a Copa do Mundo Feminina, envolvendo mais de 10 mil usuários, conforme aponta um estudo realizado em conjunto pela Stilingue e pela NWB.

De acordo com o levantamento, o primeiro grande pico de menções aconteceu no dia 27 de junho, data da convocação oficial da técnica da Seleção Brasileira, Pia Sundhage, para o mundial. Sozinho, o assunto teve 783 publicações, e engrossou o total de 2 mil publicações registradas naquele dia. Nesse contexto, o estudo aponta que a tradicional corneta brasileira não ficou de fora da conversa.

Embora a sentimentalização medida pela pesquisa tenha mostrado que, em geral, a convocação tenha sido bem aceita pelo público, a insatisfação da torcida veio com a não convocação de Cristiane, veterana atacante que joga pelo Santos. Termos como “sacanagem”, “não me conformo”, “indignação” e “fim da linha”, se destacaram entre essas conversas.

Outros picos de menções aconteceram no dia 2 de julho, quando a goleada do Brasil em amistoso contra o Chile totalizou 827 publicações sobre o assunto, e no dia 15 de julho, 15 de julho, quando o foco principal do debate online circulou ao redor das possíveis mudanças na jornada de trabalho durante os dias dos jogos da Seleção. Naquele dia, mais de 1.100 posts tratavam sobre o assunto.

Publicidade

Convites para a conversa

Além da convocação e dos amistosos realizados pela Seleção antes do embarque para a Oceania, outros tópicos, baseados na participação do Brasil na Copa do Mundo, ganharam destaque no período avaliado.

Nesse sentido, marcas que se dedicaram a promover o debate sobre a valorização do futebol feminino colecionaram bons números de engajamento nas redes sociais. A campanha “Vem com elas!”, promovida pela Visa em parceria com a Sicredi, mobilizou cerca de 2,5 mil mensagens que abordaram a importância da popularização do futebol praticado por mulheres.

Outra ação que gerou grande repercussão entre os internautas foi o vídeo produzido pela Orange, patrocinadora da seleção francesa. A empresa utilizou táticas de VFX para substituir o rosto de jogadoras pelo de estrelas masculinas, para mostrar de forma criativa que as mulheres são tão capazes de realizar jogadas de habilidade quanto os homens.

Já o McDonald’s, patrocinador da transmissão dos jogos pela CazéTV, trouxe para o cardápio um novo hambúrguer, o “Brabo”, que remete aos sabores brasileiros. A campanha de lançamento do novo sanduíche conta com Galvão Bueno narrando a escalação dos ingredientes. Como resultado, na última quinzena, o lançamento protagonizou os posts que mais se destacaram em engajamento no Twitter e Instagram da marca.

Além disso, nomes como Manuela D’Ávila, Ricardo Amorim, Isabela Pagliari e Filipe Frossard inflaram as narrativas sobre a Copa do Mundo Feminina no Brasil, bem como os portais de notícia, que representaram 66% do total de conversas monitoradas.

Memes marcam presença

Nas redes sociais, o Desimpedidos, canal com mais de 9,5 milhões de inscritos no YouTube e 7,2 milhões de seguidores no Instagram, fez uma publicação sobre a Copa do Mundo Feminina, trazendo em um carrossel alguns memes que demonstram a expectativa do público brasileiro para o evento.

O post recebeu mais de 100 mil interações, performando na média esperada para o perfil, mesmo em comparação com outras publicações sobre temas como Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e assuntos relacionados aos grandes clubes do futebol masculino brasileiro.

Para a Senior Content Insights Analyst da NWB, Danielli Franco, as conversas sobre a Copa do Mundo Feminina podem resgatar a torcida e incentivar a Seleção, e por isso, canais digitais como o Desimpedidos têm o importante papel de informar e entreter a comunidade sobre o mundial.

Leia também: Social Commerce: vender na internet nunca precisou de tanto relacionamento

Clube Mundo do Marketing


Publicidade