Boca Rosa abraça tons acinzentados em nova identidade de marca Bruno Mello 7 de junho de 2024

Boca Rosa abraça tons acinzentados em nova identidade de marca

         

Mudanças não foram bem recebidas nas redes sociais, e usuários disseram que as novas cores e o minimalismo são incompatíveis com a essência da marca

Boca Rosa abraça tons acinzentados em nova identidade de marca
Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day

Do rosa vivo e chamativo aos tons acinzentados e melancólicos que emolduram fontes e ícones minimalistas: assim pode ser narrado o rebranding que deu origem à nova identidade da Boca Rosa Beauty, empresa administrada pela influencer e empresária Bianca Andrade.

Segundo a influencer, o cinza funciona muito bem como base para os valores transmitidos pela empresa nesta nova fase. Além disso, a nova paleta de cores foi escolhida para reforçar e colocar em evidência o contraste entre o preto e o branco, uma dualidade que abraça várias personalidades e estilos de vida.

As mudanças também se estendem à boca rosa, principal ícone da marca. Narrando o vídeo que introduz as mudanças, Bianca explica que o elemento “nasceu como um símbolo complexo, cheio de movimentos e direções, que, agora, se torna minimalista”.

Sob o conceito “O poder de inspirar”, o rebranding é o resultado da percepção da evolução da marca ao longo dos anos. No filme, a influencer reforça que sua empresa está mais brasileira do que nunca, e nesta nova etapa, deixa o beauty de lado para abraçar a beleza.

O rebranding é o primeiro passo público rumo a uma “nova Boca Rosa”, com o lançamento previsto para o dia 25 de junho. Em um comunicado postado no site, a empresa antecipa uma nova era e convida os clientes a compartilharem ideias, desejos e o que mais amam no universo da maquiagem.

Publicidade

Reação do público 

A associação entre cores neutras e melancólicas e a marca Boca Rosa não caiu bem entre os internautas. Na seção de comentários do vídeo de anúncio, usuários criticaram as mudanças argumentando que cores tão mornas são incompatíveis com a imagem de uma marca que carrega em seu nome uma cor viva.

O minimalismo foi outro ponto de crítica explorado pela internet. Alguns usuários apontaram que as mudanças fizeram com que a marca perdesse características como carisma, autenticidade e aconchego, passando a um estado frio, mórbido e pouco convidativo, contrário à brasilidade citada por Bianca ao apresentar as alterações.

Em resposta, publicada na manhã desta sexta-feira, 7, a empresária se disse chocada com a repercussão negativa e questionou o público quanto à “falta de desconfiança” sobre a cor cinza, defendida e exaltada pela influencer e utilizada no storytelling que embala o rebranding. Bianca disse, por fim, que o cinza não será a única cor utilizada pela marca em ações futuras.

Leia também: De blogueiras à empresárias: quais são os nomes que mudaram o mercado de beleza

Jaime Troiano - Clube Mundo do Marketing


Publicidade