O Brasil e o México apresentam alguns dos maiores retornos sobre gastos com publicidade (ROAS) do mundo. De acordo com pesquisa recente realizada pelo Emarketer sobre as tendências de Retail Media na América Latina, a influência do Retail Media está aumentando na América Latina, com 42,4% do uso do canal para alcançar os consumidores. E mais de 7 em cada 10 anunciantes na América Latina se consideram satisfeitos ou muito satisfeitos com o desempenho de suas campanhas de Retail Media.

O Mercado Livre foi considerado a plataforma preferida dos anunciantes de países como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, e Uruguai. No Brasil, Mercado Ads (unidade de publicidade digital do Mercado Livre) é a preferência para 75% dos anunciantes para awareness.

A pesquisa, realizada com 284 profissionais de Marketing e comércio eletrônico da América Latina, também indica que outros players do mercado estão crescendo no Brasil. O Emarketer também indica que a pesquisa dentro de e-commerces e marketplaces continuará sendo o formato de anúncio mais popular que os anunciantes de Retail Media planejam investir. Mas, 70% disseram que planejam usar anúncios gráficos, banners e em vídeo. Afinal, os anunciantes de Retail Media estão cada vez mais ávidos por soluções de publicidade de funil completo.

Nova campanha de Mercado Ads

Além dos dados de Black Friday divulgados por Mercado Ads, a unidade também anunciou recentemente uma nova campanha, chamada de “FOMA”, em parceria com a GUT e com a participação do empresário e escritor Patrick J. McGinnis. Ele é o autor de “Fear of Missing Out”, cuja obra fez tanto sucesso que conseguiu cunhar a expressão FOMO, descrevendo o medo de perder acontecimentos e é um fenômeno social intimamente relacionado à digitalização do mundo atual.

A ideia do “FOMA” surge a partir da perda de relevância e de audiências, que é uma preocupação crescente dos executivos de marketing diante de canais cada vez mais saturados. O “FOMA” pode ser criado a partir de diversos fatores, como a falta de dados sobre o comportamento dos usuários devido à desativação de cookies de terceiros, somada à dificuldade de atribuição de resultados aos esforços de Marketing.

Para enfrentar esses desafios, os CMOs e as equipes de Marketing devem ser ágeis, receptivos e devem analisar continuamente as tendências do mercado, o feedback dos consumidores e a análise de dados para refinar suas estratégias e garantir que estejam alinhadas com as mudanças nas necessidades e preferências de seu público-alvo. 

Leia também: Mercado Livre e Globo se unem em nova campanha de Black Friday

Clube Mundo do Marketing