Vendas em supermercados crescem 5,51% em 2009 29 de janeiro de 2010

Vendas em supermercados crescem 5,51% em 2009

         

Produtos como açúcar, cebola e batata registraram as maiores altas do ano

Publicidade

<p>As vendas nos supermercados cresceram 5,51% em 2009 em relação a 2008. É o que indica o Índice Nacional de Vendas de Supermercados da Abras. No mês de dezembro, a alta foi de 6,61%, comparado ao mesmo mês do ano anterior, e de 31,20% em relação a novembro de 2009. Já no mês de novembro as vendas cresceram 3,53% comparado ao mesmo período de 2008 e caíram -2,64% no comparativo com outubro de 2009.<br /> <br /> Em valores nominais, o Índice de Vendas da Abras apresentou crescimento acumulado de 10,65% em 2009. No mês de dezembro, a variação nominal foi de 11,21%, comparado ao mesmo período do ano anterior, e de 31,68%, em relação ao mês anterior. Já em novembro, a variação nominal foi de 7,90%, ante novembro de 2008 e -2,24% na comparação com outubro. <br /> <br /> Em 2009, o AbrasMercado, cesta de 35 produtos de largo consumo analisada pela GfK, apresentou crescimento acumulado de 0,32%. Em dezembro, o AbrasMercado apresentou queda nominal de -0,04%, em relação a novembro. Já na comparação com o mesmo período de 2008, a cesta registrou alta nominal de 0,32%, passando de R$ 260,68 para R$ 261,51. <br /> <br /> No acumulado do último ano, os produtos com as maiores altas foram açúcar, com 57,20%; cebola, com 50,70%; batata, com 46,50%; sal, com 35,20%; e farinha de mandioca, com 16,70%. Já os produtos com maiores quedas acumuladas em 2009 foram feijão, com -34,40%; tomate, com -22,70%; arroz, com -15,50%; farinha de trigo, com -11,90%; e sabonete, com -9,40%.<br /> <strong><br /> Energéticos registram alta de 69,90%</strong><br /> De acordo com o Índice Nacional de Volume, pesquisado pela Nielsen para a Abras, o autosserviço brasileiro apresentou, em 2009, crescimento de 3,20% nas vendas em volume, comparado a 2008, quando a variação ficou em 0,40%. O bom desempenho foi garantido pelas cestas de bebidas alcóolicas (8,60%) e perecíveis (7,20%). <br /> <br /> Também registraram alta as cestas de bebidas não alcóolicas (4,90%), limpeza caseira (3,80%), higiene e beleza (2,10%), mercearia doce (1,10%) e mercearia salgada (0,90%). No entanto, a cesta outros, que contém principalmente produtos de bazar, foi a única a ter queda no volume vendido no ano passado, com -3,70%.<br /> <br /> O formato padrão de supermercados, que tem entre 20 e 49 check-outs, manteve crescimento, com 9,30% de aumento nas vendas em volume durante o ano. O autosserviço, com até quatro check-outs, registrou queda de -0,10%, enquanto aqueles que têm acima de 50 check-outs registraram queda de -6,40%.<br /> <br /> Nas regiões do país, todas as áreas pesquisadas, com exceção de Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, com queda de -1,71%, registraram aumento no volume vendido. O maior crescimento aconteceu na Grande São Paulo, com 6,0%, seguida por nordeste (Ceará até Bahia) e Espírito Santo, Minas Gerais e interior do Rio de Janeiro, com 5,60%.<br /> <br /> Em seguida vêm as regiões do Grande Rio de Janeiro (5,10%), sul (1,30%) e interior e litoral de São Paulo (0,70%). Os produtos que apresentaram maior crescimento em volume vendido em 2009 foram bebida energética (69,90%), molho de tomate refogado (14,30%), leite em pó (11,40%), cerveja (10,50%) e frios e embutidos (10,5%).</p>


Publicidade