Varejo tem o pior desempenho em abril dos últimos 12 anos 16 de junho de 2015

Varejo tem o pior desempenho em abril dos últimos 12 anos

         

Levantamento do IBGE mostra que sete entre 10 segmentos tiveram resultado negativo no quarto mês de 2015. Setor de alimentos se destacou positivamente

Publicidade

O varejo está sentindo no caixa o peso da crise econômica, que tem alterado os hábitos de consumo do brasileiro. O mês de abril registrou queda de 0,4% nas vendas em relação a março, segundo levantamento do IBGE divulgado nesta terça-feira. O índice mostra perda pelo terceiro mês seguido e é o maior declínio registrado no mês de abril nos últimos 12 anos. Em 2003, as vendas também registraram recuo de 0,4%. Apesar do dado, a receita nominal este ano cresceu 0,3% em relação ao mês anterior, quando registrou queda.

Na análise, o IBGE avaliou o desempenho de 10 atividades e sete registraram recuo nas vendas em relação a março. O segmento que registrou maior perda foi o de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, com baixa de 12,2%. Na sequência, aparece o segmento de artigos de uso pessoal e doméstico, com 5,1%, seguido por tecidos, vestuário e calçados, com 3,8%, que ficou próximo dos móveis e eletrodomésticos, com 3,1%. Material de construção recuou 1,2% e combustíveis e lubrificantes teve recuo de apenas 0,1%.

Entre as atividades que tiveram performance positiva estão o de carros, moto, partes e peças, com 4,4%, o setor alimentício, bebidas e fumo, com crescimento de 1,9% no último mês de abril, mas se comparado ao ano passado, o segmento acumula queda de 2,3%. Com crescimento de apenas 0,3%, o segmento de produtos farmacêuticos, médicos, ortopédicos de perfumaria e cosméticos conseguiu ficar de fora da lista dos que tiveram desempenho negativo.

IBGE, Varejo, Vendas, Desempenho


Publicidade
Amazon Prime Day