Varejo paulista cresce em ritmo chinês no primeiro trimestre 13 de maio de 2010

Varejo paulista cresce em ritmo chinês no primeiro trimestre

         

Setor automotivo, supermercados, móveis e eletrodomésticos impulsionaram alta de 11%

Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day

<p>O varejo de São Paulo registrou um crescimento de 11% no faturamento do primeiro trimestre de 2010 sobre o mesmo período do ano passado. É o que indica a Pesquisa Conjuntural do Comércio Paulista (PCCV), da Fecomercio. Correspondendo a 33% do faturamento do segmento, o setor supermercadista apresentou alta de 3,4% no trimestre. Já o comércio automotivo cresceu 16,8%, enquanto móveis e decoração ampliaram seu faturamento em 13,6% e eletrodomésticos e eletroeletrônicos em 12%.</p> <p>A alta é explicada pela união de fatores como crédito, renda e emprego, além da permanência de estímulos fiscais para algumas linhas de produtos. No período avaliado, a concessão de crédito para pessoas físicas cresceu 22%, segundo dados do Banco Central. Aliado a isso, o nível de desemprego na Grande São Paulo permaneceu nos menores patamares dos últimos anos, oscilando em cerca de 8%, de acordo com o IBGE. Como consequência, a massa salarial registrou expansão de 2% em março na região metropolitana.</p>


Publicidade
Prime Day