Itaú compara o mercado de cartões de crédito de Brasil e EUA | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Itaú compara o mercado de cartões de crédito de Brasil e EUA

Por | 29/04/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe


Itaú compara o mercado de cartões de crédito de Brasil e EUA

Mercado brasileiro de cartões de crédito cresce em ritmo bem mais acelerado que o mercado dos EUA. Se compararmos à média mundial, ritmo de crescimento do Brasil é cinco vezes maior. A indústria de cartões de crédito cresceu 13,5% de 2002 a 2006, e hoje chega a 1,6 bilhão de cartões em circulação no mundo.

Durante o período, as transações feitas através do cartão avançaram 12,6% atingindo 41,5 bilhões de operações pelo planeta. Só nos EUA o PIB avançou 26% neste período e passou dos US$13 trilhões. Neste cenário o mercado de cartão de crédito representava 15,2%, em 2006.

Embora expressiva, em 2002 este mercado representava 13,8% do PIB, o que mostra que o avanço foi de 10,1%. O Brasil também vivia um bom momento durante o mesmo período já que a participação da indústria de cartões no PIB brasileiro passou de 3,4% em 2002 para 6,2% em 2006, um avanço de 82,4%.

De acordo com o estudo "EUA x Brasil - Comparação do desenvolvimento do mercado de cartões de crédito", e parte da pesquisa Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, realizada mensalmente pela Itaucard, ainda há muito espaço para o Brasil crescer neste mercado e obter maior penetração na indústria mundial.
 
Entre 2002 e 2006, os EUA tiveram crescimento de 8% na quantidade de cartões, de 617 milhões em 2002, para 666 milhões de plásticos, em 2006. O Brasil avançou 91% no mesmo período. De 42 para 79 milhões. O volume de transações dos brasileiros com cartões de crédito aumentou 107%, cinco vezes mais que a média mundial, chegando a US$ 69 bilhões. Os norte-americanos aumentaram os gastos em 40% e atingiram US$ 2 trilhões.

O ticket médio - valor gasto por compra - dos americanos em 2002 era cerca de US$ 100 e em 2006 passou para US$ 102,5. Já os brasileiros intensificaram o volume nos últimos anos: de US$ 25,5, em 2002, para US$ 34,6, em 2006.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss