Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Digital

Reações com emojis, chamadas com 32 pessoas, comunidades...saiba o que o Whatsapp prepara para nova atualização

Novidades não têm data para chegar ao Brasil, mas a expectativa é de que cheguem após as eleições

Por Redação - 18/04/2022

Depois dos usuários pedirem por mudanças, o Whatsapp passará por mudanças que leverão a rede social a se tornar ainda mais interativa. Agora, a rede social pertencente à Meta anuncia as novidades que estão a caminho e que vão de reações com emojis à possibilidade de um administrador de um grupo remover mensagens. As novidades não têm data para chegar ao Brasil, mas a expectativa é de que cheguem após as eleições.

Uma das grandes novas ferramentas é a de “Comunidades”, que permite criar grupos separados dentro do mesmo grupo. Assim, as pessoas podem receber atualizações enviadas para toda a “Comunidade” e organizar facilmente grupos de discussão menores sobre o que é importante para elas. Esses espaços contarão com novas ferramentas para os administradores, incluindo mensagens de anúncio enviadas a todos e controle sobre quais grupos poderão ser incluídos nessas mensagens.

Um dos exemplos mostram um case de uma escola, que poderá reunir todos os pais de forma a partilhar informações importantes e criar grupos sobre aulas específicas, atividades extracurriculares ou outros assuntos. As comunidades serão privadas e é por essa razão que o WhatsApp quer continuar a proteger as mensagens com criptografia de ponta a ponta, segundo garante em comunicado.

"Também criaremos recursos de mensagens da comunidade para o Messenger, Facebook e Instagram. Estou animado para ver como isso progride à medida que começamos a testar as Comunidades do WhatsApp hoje e as implementamos nos próximos meses", prometeu o CEO da Meta, Mark Zuckerberg.

Outras das novas ferramentas passam pelas reações com emojis que permitem aos usuários reagirem a mensagens com uma das variadas opções de carinhas e pela opção dos administradores de grupos deletarem mensagens que considerem inapropriadas e ainda o compartilhamento de arquivos de até 2gb, além da possibilidade de realizar chamadas de voz conjuntas até 32 pessoas.

Leia também: 5 tendências para aumentar as vendas online