Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Planejamento Estratégico

O que as empresas estrangeiras buscam em um profissional de Marketing?

Com a ascensão do trabalho remoto e o real desvalorizado, houve um aumento na procura pela mão de obra brasileira na hora da contratação

Por Redação - 08/12/2021

O mercado de trabalho para profissionais de Marketing capacitados vem sendo bastante valorizado por empresas estrangeiras. Com o déficit de profissionais capacitados nos Estados Unidos e Europa, a ascensão do trabalho remoto e o real desvalorizado, houve um aumento na procura pela mão de obra brasileira na hora da contratação. O número de brasileiros no exterior chegou a 4,2 milhões, segundo dados de 2020 do Itamaraty. Em comparação aos dados anteriores, de 2018, houve um aumento de 16%. 

Além de inglês fluente, claro, alguns requisitos são mais procurados pelas companhias que andam de olho em nosso país. Veja aqui os perfis de contratação pelas empresas brasileiras. Um segundo idioma é sempre um diferencial, mas a agilidade e curiosidade no aprendizado é uma das principais qualificações, segundo Tatia Torrey, consultora de liderança de Spencer Stuart, afirmou no "The Recruiter’s Corner" e publicado no The Drum.

Outro ponto que os recrutadores estrangeiros buscam para quem deseja alcançar cargos de liderança é a capacidade de um comunicar visão e estratégia a todos os públicos com clareza e que seja alguém que tem a capacidade de educar e motivar equipes.

Tatia Torrey também explicou que o perfil desejado para quem atua com Marketing é de quem seja um contador de histórias inspirador, "não apenas porque eles estão basicamente contando a história da marca no mercado, mas também porque mais e mais marcas estão sendo consideradas como representativas de algo - e, portanto, aquele senso de propósito. Eles precisam garantir que a história alcance o objetivo sem perder de vista o crescimento impulsionador", afirmou.

O que as empresas de varejo americano querem

Nos Estados Unidos, o varejo é uma indústria de muitas oportunidades, principalmente nesse momento. O setor, que já estava passando por uma grande transformação antes da pandemia, foi impulsionado pelo lockdown. Com o aumento da demanda na cadeia de suprimentos e digital houve, consequentemente um aumento na demanda por funções de operações.

Pela perspectiva de Marketing estratégico cresceu - e muito - a necessidade de um bom conhecedor de dados e análises. Outra área de muitas oportunidades está em quem sabe realizar um bom trabalho de branding e de mídia interna. Por lá, o varejo e outras empresas estão começando a trazer essas funções analíticas cada vez mais para dentro da corporação, valorizando ainda mais o "colaborador-influenciador".

Os perfis de contratação acabam por escancarar um grande desafio no mercado de trabalho estrangeiro. Segundo dados do Chartered Institute of Marketing (CIM), no Reino Unido, apenas 40% dos profissionais de Marketing acredita precisar de formação. É justamente nessa lacuna que os brasileiros tendem a se diferenciar e ocupar as vagas em aberto nesses países.

*Com informações do The Drum.

Leia também: Novos perfis para contratação impactam salários: saiba quanto ganha um profissional de Marketing