Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Planejamento Estratégico

Como gerar conversas relevantes com seus prospects?

Depois da onda dos blog-posts, empresas têm buscado diferentes recursos para gerar conexões profundas com seus clientes em potencial

Por Redação - 21/10/2021

Com a escalada de conteúdo sendo gerado a todo momento, a disputa por minutos de atenção do consumidor está cada vez mais acirrada. O que se vê de movimentação das marcas quando se fala em clientes em potencial, as ideias ficam atreladas à geração de leads e taxas de conversão, desconsiderando a profundidade da comunicação da marca com a audiência. 

Munir a equipe de vendas com listas e informações é, sem dúvidas, essencial para qualquer companhia, porém, está longe de ser a única via. Investir em conteúdo e relacionamento, por exemplo, tem se mostrado um excelente caminho para quem busca conexões profundas e diferenciação.

Para Gabrielle Teco, CEO da Qura, hub especializada em curadoria de conteúdo para empresas e executivos, fomentar o lifelong learning, transmitir conhecimento e proporcionar novas experiências por meio de conteúdo estão cada vez mais em alta. Mesmo quando a demanda chega como amplificação de mensagem publicitária, é preciso se dedicar para adaptar o pedido para um tipo de entrega menos interruptiva e mais educativa.

Estratégias de sucesso

Uma das boas ideias que vêm sendo bem aproveitada é o podcast. Esse tipo de conteúdo cresceu de maneira significativa - 200% em 2020, segundo o Spotify. Um case vem da Localiza ao lançar o podcast "Pé na estrada com o cliente". Produzido em parceria com a Qura, o programa entrevista especialistas em customer experience, dividindo com a audiência insights sobre como cuidar da jornada do cliente sob diferentes aspectos.

Outro exemplo é o Cloudly, trilogia em podcast da Oracle que conta a história da cloud no mundo. “Como esse é o tema do momento entre as grandes empresas de tecnologia, optamos por diferenciar a marca oferecendo um conteúdo educativo, bem produzido e levando a mensagem da marca para uma audiência super qualificada", comenta Gabrielle.

Outra estratégia são os eventos digitais, que seguem em alta para gerar engajamento e conversas relevantes. "Depois da chuva de lives observada no início da pandemia, observamos uma queda de 35% da audiência em produtos menos interativos, como webinars e palestras. Já eventos no formato mesa redonda, onde o mediador consegue fazer a conversa parecer um bate-papo entre amigos, tiveram uma alta de 20% na audiência quando comparamos com os dados pré-pandemia", adiciona a CEO da Qura. 

Em um mundo em que qualquer informação está a um clique de distância das pessoas, ir além do blog-post pode fazer toda a diferença para as marcas. As estratégias de SEO continuam relevantes, mas passar para um próximo nível de conexão e engajamento com clientes em potencial exigirá das marcas não só criatividade, mas também uma preocupação genuína com a curadoria e a produção do conteúdo que elas assinam. 

Leia também: Quais canais o consumidor prefere receber publicidade? Offline e podcasts figuram no topo