Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Comportamento do Consumidor

Copa América: polêmica entre as marcas, mas com espectadores assíduos

Apesar de cobrarem dos patrocinadores uma postura firme contra o torneio ser realizado no Brasil, consumidores seguirão acompanhando jogos. Novos hábitos devem ser considerados

Por Redação - 17/06/2021

A pandemia fez com que a Copa América 2020 fosse suspensa e adiada para este ano. Após muita polêmica sobre onde seria realizada, o Brasil acabou recebendo o torneio. O anúncio de que o país sediaria as partidas não foi recebido de maneira tranquila. Muitas pessoas, inclusive os atletas, se mostraram contra à realização em meio à pandemia de Covid-19. Observando a onda de manifestações, os patrocinadores decidiram não expor mais suas marcas no evento por medo de um boicote.

Mastercard, Ambev, Diageo, TCL e Kwai desistiram de vincular sua imagem às transmissões dos jogos. Como as negociações das marcas com a Conmebol ocorreram quando o torneio ainda estava previsto para acontecer na Colômbia e na Argentina, o dinheiro investido pelos patrocinadores não deverá ser devolvido. Para não deixar o dinheiro sem utilidade, a saída encontrada pela TCL, foi de aproveitar o espaço que comprou em campo para exibir mensagens de conscientização e prevenção ao vírus.

Por outro lado, como detentor dos direitos de transmissão, o SBT possui quatro patrocinadores para o torneio: Betfair, CSN, Havan e Restaurante Madero preenchem as cotas de patrocínios. A emissora deu início à transmissão exclusiva pela TV aberta, no site e no aplicativo SBTVídeos, que vai ocorrerá entre 13 de junho e 10 julho. A emissora também aproveitou o momento para trazer o mascote Amarelinho em uma versão reestilizada - nascido na Copa do Mundo de 1990, ele fez parte de todas as transmissões da seleção brasileira enquanto o SBT pode exibir os jogos.

Comportamento do espectador

Apesar de muitos brasileiros buscarem uma resposta das marcas, eles não deixarão de assistir as partidas. Os consumidores enfrentam um cenário totalmente diferente das edições anteriores da Copa América. Estádios e bares serão substituídos pelo sofá de casa, o que afetará totalmente os hábitos de consumo que tradicionalmente caracterizam esses eventos esportivos.

O coronavírus mudou a forma como os brasileiros participarão do torneio. Dentre com uma pesquisa feita pelo Tiendeo, destaca-se que 83,3% dos entrevistados assistirão aos jogos no conforto da sua sala, enquanto 16,7% afirmam que irão aos espaços públicos montados para a torcida da seleção durante o evento.

Cerca de 50% dos brasileiros decidiram que assistirão a este torneio sozinhos. Por outro lado, 33,3% das pessoas entrevistadas limitarão as interações relacionadas ao evento à um círculo mais próximo de pessoas, sendo os familiares os principais acompanhantes durante as partidas. Apenas 16,7% pretende aproveitar a Copa América com os amigos.

Consumo durante os jogos

Certos produtos não poderão faltar na casa dos torcedores durante os jogos, já que 66,7% dos consumidores que participaram da pesquisa confirmam a escolha de refrigerantes e bebidas não alcoólicas como os produtos que mais serão mais consumidos no evento.

Na segunda posição da lista de bebida preferidas dos consumidores está a cerveja e outras bebidas alcoólicas que, embora estejam longe de atingir o nível de interesse gerado pelos refrigerantes, representam 33,4% dos entrevistados. Snacks como como batatas fritas e frutas secas terão um peso importante durante este evento. Na semana anterior ao início do campeonato, o Tiendeo registrou um aumento nas buscas por esses produtos em sua plataforma de 145,4%.

A situação atual causada pela pandemia fez com que os brasileiros prestassem mais atenção em suas despesas e, ainda que os amantes de futebol considerem a Copa América um acontecimento importante, o evento não será uma exceção. Segundo os resultados da pesquisa, para entrar na febre da torcida com óculos, boné ou camisa da seleção, os brasileiros pretendem gastar no máximo R$ 131,00  em itens para torcer durante a temporada.

Quer se manter atualizado sobre Marketing Digital e Redes Sociais?

Conheça a Rota 360º para o Profissional de Marketing Moderno, um programa de 12 meses que visa desenvolver o senso crítico do profissional de Marketing, apresentando dados e análises das melhores fontes do mercado.