Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Comportamento do Consumidor

Metade das mulheres tiveram que mudar o cabelo para serem mais aceitas

Pesquisa da All Things Hair, canal de cabelos da Unilever, mostra que os fios são usados para passar uma mensagem desafiadora, política ou social

Por Redação - 15/04/2021

Optar em usar o cabelo que queira, nem sempre é uma tarefa fácil. Além de julgar se um determinado estilo combina com a personalidade ou formato do rosto, podemos dizer, com certeza, que várias pressões, como sociais e ambientais, influenciam na escolha de um penteado, cor ou corte de cabelo. Uma em cada duas mulheres afirma que já foi necessário mudar o estilo de cabelo para se sentirem aceitas em um determinado ambiente. Precisamente, para 6%, essa situação sempre ocorre, acontece muitas vezes para 15%, e algumas vezes para 27%. Os dados são da pesquisa do All Things Hair, canal de cabelos da Unilever, feita pela Opinion Box. 

A mesma pesquisa revela que quando perguntadas, como o cabelo, de forma geral, as fazem sentir, 'bem com elas mesmas' foi a resposta que saiu disparadamente na frente, com 69%. O resultado mostra a importância do cabelo no componente visual da mulher. Empoderadas também apareceu relativamente forte, com 19% das opções, mostrando que os cabelos podem ser usados para passar uma mensagem desafiadora, política ou social para uma considerável parcela da população feminina. Já se sentir fashion e profissional surgiram mais atrás, com, respectivamente, 7% e 3%.  

O fato de quererem estar bem consigo mesmas provavelmente também reflete na predileção pelo cabelo solto, tanto para o ambiente profissional, dito por 45%, quanto no final de semana, afirmado por 71%.  Já o rabo de cavalo e o coque parecem ser estilos de cabelos mais apropriados para situações profissionais.  O rabo de cavalo, por exemplo, foi mencionado por 26% das mulheres como sendo o estilo favorito para o trabalho. Já como estilo favorito no fim de semana, apareceu com 9%.  E o coque, por sua vez, é o favorito para o trabalho por 24%.  

A predileção por cabelo solto provavelmente tem a ver com questões de liberdade e por ser versátil. Ele cai bem dentro de casa, em uma ocasião de lazer e mesmo num evento da empresa. E fica bem em fios curtos e longos, assim como em todos os tipos de cabelos: liso, cacheado e crespo. E ele pode ser usado de formas diferentes, sendo dividido no meio, repartido para o lado e com volume.  

Leia também: Beleza além da aparência: bem-vindo à era do autocuidado – material exclusivo para assinantes do Mundo do Marketing.