Aumenta o faturamento no varejo de São Paulo | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Aumenta o faturamento no varejo de São Paulo

Por | 04/04/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Aumenta o faturamento no varejo de São Paulo

Em fevereiro deste ano o comércio de São Paulo teve alta de 10,5% nas vendas em relação a 2007, de acordo com a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista - PCCV -, da Federação do Comércio do Estado de São Paulo - Fecomercio. Esta foi a melhor e mais relevante taxa de crescimento por mês dos últimos anos e a maior elevação foi no setor de Material de Construção, com 23,5%, com queda mais alta nas lojas de Autopeças e Acessórios, que chegou a 25,6% negativo.

O segmento de eletrodomésticos e eletrônicos teve alta de 22,8% em fevereiro comparado a 2007. As vendas foram aquecidas principalmente pela oferta de crédito, o que influencia no consumo familiar. Outro setor que cresceu em vendas foi o de concessionárias de veículos, com 20,3% a mais registrados no segundo mês deste ano com relação ao mesmo período de 2007. Mais uma vez o crédito e também intenção de redução dos financiamentos, deram coragem aos consumidores.

Lojas de roupas, tecidos e calçados tiveram 18% a mais de faturamento se comparado ao ano passado e completa 19 meses de crescimento consecutivo. A Fecomercio acredita que a atividade perderá vendas por conta da troca da coleção que normalmente está atrelada a preços mais elevados.

Móveis e decoração foi o setor que apresentou alta de 16,4% no faturamento de fevereiro. Mais uma vez a principal alavanca foi oferta de crédito e aumento da renda. Já os supermercados cresceram 7,7% em relação a fevereiro de 2007. O resultado é conseqüência do rendimento do trabalhador. Segundo o PCCV, as farmácias e perfumarias tiveram alta de 3,4% em fevereiro, comparado a 2007. A influencia neste caso é a expansão de crédito e a fidelização de clientes com cartões próprios.

Em fevereiro de 2008 as lojas de departamentos mostraram queda de 11,8% no faturamento em comparação com o mesmo período do ano anterior, resultado da concorrência que vende os mesmos produtos. O setor de autopeças e acessórios teve o pior desempenho com queda de 25,6% em fevereiro. O principal motivo foi a oferta de produtos importados, o que provoca queda nos preços devido aos custos menores e a valorização do Real, além do maior volume de vendas de veículos novos.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss