Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Digital

Menos algoritmos e mais brand lovers

Último painel do Key Trends 2021 traz reflexões de profissionais da CNN, TikTok, mLabs e Magazine Luiza para a Comunicação das marcas em 2021

Por Redação - 11/12/2020

2020 foi um ano em que estivemos muito conectados. As telas foram outro protagonista desse período incomum, isolado, mas nem por isso menos movimentado. A empatia e o cuidado deram o tom da comunicação das marcas neste que ano e as que saíram fortalecidas foram aquelas que entenderam que o diálogo deve explorar oportunidades e não oportunismo.

Essa foi a reflexão proposta pelo último painel do Key Trends 2021, evento do Mundo do Marketing e Kmaleon que reuniu experts em diferentes campos para analisar o cenário e apontar, de acordo com seus conhecimentos, possíveis caminhos para o próximo ano. Com o recorte temático de Comunicação e Mídia, o painel contou com participação de Kim Farrell, Diretora de Marketing do TikTok para América Latina, Mariana Cabral, Head of Marketing na mLabs, Flávio Ferrari,  Head de Inovação da CNN Brasil e Pedro Alvim, Content, Social and Influencer SR Marketing Manager na Magazine Luiza.

Para Flavio Ferrari, as pessoas despertaram sua consciência e daqui para frente, o executivo acredita em três “s” que guiarão a relação entre marcas e pessoas. “Significado, Segurança e Sustentabilidade. Se as marcas quiserem criar relacionamentos na próxima década, precisam entender que quem define o que é relevante não somos nós. É a pessoa que está consumindo naquele momento e naquele determinado ponto de contato”, explica o Head de Inovação da CNN.

Entre esses “s”, um foi destaque na atuação de um grande player do mercado varejista neste ano. Segurança  foi, ainda que de forma inconsciente, um dos principais drivers transmitidos pelas ações da Magazine Luiza, que apoiou causas como combate à violência à mulher e até adaptou sua representante virtual - a famosa Lu - para o  momento em que estamos vivendo para que ela de fato, estabelecesse um diálogo e com os consumidores.

“Eu acho que as marcas precisam olhar menos o ‘real time Marketing’ e focar no ‘real time conversation’. O ‘real time’ precisa fazer parte do plano das marcas que precisam ser relevantes, mas não apenas quando for conveniente para elas” ressalta Pedro Alvim, responsável pelo sucesso da personagem Lu.

Encontrar sua própria voz nas diferentes plataformas

Fazer parte das conversas com relevância, naturalidade e até humor foi outro tópico do painel. Nessa vertente, o TikTok sai de 2020 consolidado como um dos principais canais estratégicos para o próximo ano, indo além do humor que o tornou tão característico.

“Não precisa entrar em todas as conversas. Você tem que achar a própria criatividade autêntica da plataforma para criar as suas conversas. As marcas ‘sérias’ têm espaço no TikTok. Eu falo muito que há uma sede de informações sobre finanças, investimentos em poucos segundos. Um vídeo rápido informal trazendo a notícia pode ser uma linguagem para entrar na plataforma”, indica Kim Farrell, durante sua participação no painel.

A diversidade e a pluralidade serão cada vez mais necessárias daqui para frente e os chamados “cancelamentos” vão continuar, mas só as marcas que não compreenderam seu lugar no século XXI devem ficar atônitas. “Eu acredito que a gente não precisa se preocupar com o cancelamento quando a gente se preocupa com a Experiência do Usuário. O consumidor é quem tem poder, ele é o protagonista” aponta Mariana Cabral, Head de Marketing da mLabs.

Reveja a íntegra do painel no vídeo abaixo. Veja a íntegra do painel Vendas Online no Vídeo Abaixo. E para ver todas as palestras do Key Trends 2021, acesse gratuitamente este link.