Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Publieditorial
Planejamento Estratégico

Como usar o marketing de exclusividade para alavancar sua marca

Veja a seguir quatro maneiras de aproveitar o sentimento de exclusividade em seu marketing

Por Publicidade - 15/09/2020

Boa parte das ações de marketing é voltada às grandes massas: como fazer com que mais pessoas conheçam os produtos ou serviços da empresa? Como alcançar novos públicos que ainda não interagiram com a marca? Como aumentar a base de usuários o mais rápido possível? Já o marketing de exclusividade vai na contramão disso. 

Afinal, quando algo é exclusivo, nem todos podem ter. E faz parte da natureza humana almejar o que é inatingível. Assim como a oferta e demanda, o princípio da escassez diz que quanto mais raro ou inacessível algo é, mais valioso se torna. Isso desperta a curiosidade e o senso de urgência nas pessoas, além de gerar recompensas psicológicas como o sentimento de importância e pertencimento. 

Para os profissionais de marketing, esse é um poderoso fenômeno psicológico, porém poucas empresas o estão usando em seu proveito. Pensando nisso, veja a seguir quatro maneiras de aproveitar o sentimento de exclusividade em seu marketing.

Ofertas exclusivas para fãs e seguidores

Uma das formas mais comuns de as marcas alavancarem a exclusividade no seu marketing é oferecendo aos fãs e seguidores acesso exclusivo a ofertas especiais – e tudo isso apenas por fazerem parte de suas redes sociais. 

Um bom exemplo disso vem da indústria do poker. Nos últimos anos, as empresas do setor lançaram promoções extraordinárias como a oportunidade de jogar no estádio de Wembley, ganhar uma Lamborghini no valor de US$ 200 mil e participar de um torneio nas Bahamas com tudo pago. 

Os dados mostram que esse é um excelente uso das mídias sociais. De acordo com um estudo da Econsultancy, o principal motivo pelo qual os consumidores costumam seguir marcas no Facebook é justamente o recebimento de ofertas especiais – isso representa um total de 70% dos entrevistados.

E-mails para indicação de amigos

Os e-mails com promoções e descontos são os mais compartilhados (34,7%), seguidos pelos e-mails concebidos explicitamente para partilha, que ficam com 19,4%, segundo a eMarketer. Isso acontece porque as pessoas adoram se sentir “por dentro”, especialmente com amigos, familiares e colegas. 

Neste caso, o remetente do e-mail se sente um cliente VIP porque permite que seus contatos acessem uma oferta à qual não teriam de outra forma, mostrando como é bem conectado. Aí, quem recebe o e-mail tem a chance de fazer parte do clube exclusivo.

Quem utiliza essa estratégia muito bem é o Google. Além de demonstrar claramente o valor de seus produtos por meio de vídeos detalhados e páginas explicativas, o gigante da web domina a arte do registro exclusivo.

Do Gmail ao Google Voice, diversos produtos inicialmente exigiram um convite de um amigo ou do próprio Google. Essa abordagem não só desperta a curiosidade, como incentiva o compartilhamento nas redes sociais e gera burburinho em torno do assunto, compelindo a maioria das pessoas a entrar em contato com sua rede de contatos para adquirir o cobiçado convite.

Desenvolvimento de produtos

Se a sua marca comercializa produtos, que tal convidar seu público-alvo para participar de um grupo exclusivo sempre que for desenvolver novos itens ou linhas de produtos? Os resultados disso aparecerão na retenção de clientes, upsell e vendas cruzadas. 

Por exemplo, pode oferecer a seus clientes atuais uma prévia das novas mercadorias, fazendo isso por e-mail ou nas redes sociais. Ou, se quiser dar o próximo passo, pode convidar certos segmentos da sua base de clientes para testar a versão beta dos novos produtos enquanto eles ainda estão sendo criados, para que ofereçam feedback ou deem sugestões. 

Dessa forma, não só obtém ótimos insights durante o desenvolvimento, mas também inicia o processo de boca a boca digital antes mesmo da hora do lançamento. Além disso, as pessoas que ajudaram a desenvolver o produto certamente se tornarão defensores dele quando for lançado, já que se sentem parte do resultado final. 

O GoDaddy, uma empresa registradora de domínios e hospedeira de sites, criou um conselho de clientes, uma comunidade que permite que os usuários decidam a respeito de questões que vão desde novos recursos até o nome final de produtos. 

Conclusão

Sua marca não precisa ser uma gigante como o Google, o PokerStars ou o GoDaddy para incorporar a exclusividade ao seu mix de marketing. Procure usar essas três estratégias simples para promover esse sentimento e alavancar seu negócio.