Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Pesquisa

Pandemia impacta a libido de brasileiros solteiros e casados, diz pesquisa

Pesquisa Saúde da Mente & Pandemia mostra como o isolamento social está modificando a rotina, os hábitos e também os sentimentos das pessoas

Por Thiago Terra - 26/08/2020

Para entender os novos hábitos e rotinas, sentimentos, reações físicas e medir o impacto que o isolamento social vem causando nos brasileiros, que atinge até a libido de casados e solteiros, o Instituto Bem do Estar e a NOZ Pesquisa e Inteligência, realizaram a pesquisa Saúde da Mente & Pandemia. Ao todo foram 1.515 brasileiros participantes, de todas as regiões do país, idades e classes sociais.

Segundo os dados coletados, 42% dos entrevistados dizem sair de casa menos de uma vez por semana e 35% entre uma a duas vezes, enquanto 51% dos brasileiros diminuíram a prática de atividade física. Por outro lado, para 49% dos participantes o período contribuiu para o aumento de atividades prazerosas como leitura, ouvir músicas, pintura, entre outros.

O estudo também mostra que 28% fazem atividades ligadas à mente e a prática de ioga, por exemplo, que foi adotada por 13%. Em relação aos sentimentos e reações físicas, 65% se sentem mais emotivos nesse momento e 53% afirmam ter mais alterações de humor por conta do isolamento. Um ponto importante da pesquisa revela que 49% dos brasileiros que são casados, incluindo os que têm união estável, dizem ter diminuído a libido, contra 34% relativos aos solteiros. 

De forma geral, 14% dos participantes disseram que seu desejo sexual aumentou durante o período de pandemia e 60% dos jovens com menos de 30 anos de idade alegam ter insônia. A pesquisa foi feita pela internet e conduzida pela NOZ Pesquisa e Inteligência, em parceria com o Instituto Bem do Estar, entre os dias 7 e 31 de maio de 2020, com etapas complementares entre agosto e novembro.