Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Mercado

Consumo de TV muda após surto do Covid-19

Destaque para o aumento de audiência de gêneros jornalísticos e infantis, apontando, principalmente, que o número de jovens e crianças assistindo TV aumenta a cada dia

Por Priscilla Oliveira - 23/03/2020

Com a recomendação geral para a população ficar em casa como medida preventiva para combater o Covid-19, o consumo de vídeo aumentou e passou por algumas transformações, conforme analisou a Kantar IBOPE Media. As mudanças nos hábitos de mídia e grades de programação resultaram em um aumento de 17% na variação de programas jornalísticos. Na sequência, os programas infantis aparecem com alta de 14%.

Isso se deve ao fato de que o número de jovens e crianças assistindo TV aumenta a cada dia. Na primeira semana de quarentena, o público de quatro a 11 anos foi o que impulsionou o consumo televisivo – os primeiros dias em casa, sem escola, foram refletidos em números: na segunda-feira (16) o consumo era de 12% e na terça-feira (17) chegou a 21%. Já os adolescentes tiveram pleno crescimento – enquanto na segunda-feira foi de 6%, na terça-feira chegou a 24%.

A faixa etária de 25 a 34 anos saltou de 6% no dia 16 para 12% no dia 17, enquanto os adultos de 35 a 49 anos cresceram de 4% para 15% - noticiários foram os preferidos desse grupo. A preocupação em saber o que está acontecendo fora de casa durante o período de reclusão, aliado ao tempo livre extra resultam nesse novo perfil. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro permanecem com a tendência de alta na audiência a essas programações. Esse aumento também acontece em todos os países da América Latina, segundo relatório divulgado pela Kantar IBOPE Media.