Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Mercado

Medicamentos de referência dominam o setor farmacêutico no Brasil

Lojas passam a oferecer mais produtos como insumos farmacêuticos, artigos médicos e ortopédicos, assim como itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos

Por Thiago Terra - 28/01/2020

As farmácias e drogarias brasileiras têm como principal produto de venda os medicamentos de referência (grandes laboratórios); similares (mesmo princípio ativo); isentos de prescrição (MPIs); e genéricos. Além destes itens, essas lojas comercializam insumos farmacêuticos, artigos médicos e ortopédicos, assim como itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos.

Atualmente muitas lojas do setor farmacêutico oferecem alimentos, pilhas, recarga de celular, entre outros. Porém, farmácias e drogarias precisam ter um profissional da área em seus estabelecimentos que seja responsável pela comercialização dos medicamentos, como manda a Anvisa.

Em 2018 o setor contava com 221.258 profissionais inscritos nos conselhos regionais de farmácia, de acordo com o Conselho Federal de Farmácia (CFF). Já no final de 2019, a maioria das 58 empresas filiadas à Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) estavam localizadas em São Paulo (16).

Em seguida aparecem os estados de Minas Gerais (12); Rio de Janeiro (6); Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (5); Bahia, Ceará e Paraíba (2); Espírito Santo, Goiás e Rio Grande do Norte (1).

CONHEÇA MAIS DADOS DO MERCADO FARMACÊUTICO