Brasileiros preferem comprar roupas em sites de marcas, diz pesquisa | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Brasileiros preferem comprar roupas em sites de marcas, diz pesquisa

Mais de 80% dos entrevistados se dizem satisfeitos em adquirir produtos em sites de marcas conhecidas, pontuando notas entre 8 e 10 para a experiência online

Por | 15/08/2019

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Na hora de comprar roupas pela internet, os brasileiros preferem os e-commerces das marcas do que os marketplaces ou sites de lojas físicas. Esse é um dos dados coletados pela pesquisa "Shopper Compass no E-commerce de Vestuário", feita pela Shopper Experience para analisar o perfil de quem compra vestuário no ambiente digital.

Mais de 80% dos entrevistados se dizem satisfeitos em adquirir produtos em sites de marcas conhecidas, pontuando notas entre 8 e 10 para a experiência online. Já os marketplaces aparecem com 68% de satisfação, à frente das plataformas de lojas físicas, com 67%.

O estudo também mostra que os principais fatores que atraem os consumidores a comprar roupas nos sites de marcas é a facilidade de navegação (29%), assim como a entrega no mesmo dia (29%). Além disso, outro diferencial dos sites de marcas é a oferta de produtos de moda atual, ou seja, peças de roupa alinhadas com o que se usa no momento (24%).

Em relação ao perfil do comprador online de vestuário, a pesquisa indica que os consumidores entre 45 e 54 anos são os que mais compram esses itens pela internet, gastando uma média de R$ 1,9 mil por ano.  

Além disso, existem diferenças também em relação ao meio onde os consumidores encontram informações sobre os produtos que querem comprar. Para 78% dos entrevistados mais jovens, o Instagram é o melhor canal para fazer pesquisa sobre roupas, enquanto os mais maduros preferem o Facebook (60%). 

Entre os dispositivos mais usados pelos usuários, o smartphone é o preferido para 78% dos jovens entre 18 e 24 anos. Para os mais experientes (45 a 54 anos ) o desktop aparece como preferido para 73% dos respondentes. O estudo foi produzido no Rio de Janeiro e em São Paulo com 403 entrevistas online com mulheres e homens entre 17 e 54 anos, das classes A, B e C.

(Crédito imagens: Depositphotos)

Comentários


Acervo

Pesquisar por Tags

Inteligência Inteligência

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss