Supermercados devem olhar para portadores de necessidades especiais | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Supermercados devem olhar para portadores de necessidades especiais

Com cerca de 25% da população formada por pessoas com alguma deficiência, empresas precisam desenvolver soluções para inclusão destes consumidores e facilitar sua jornada de compra

Por | 01/02/2019

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Apesar de ganhar cada vez mais maturidade e experiência, grande parte dos supermercados brasileiros não estão preparados para atender consumidores com deficiências, seja intelectual, física, motora, visual ou auditiva. Rampas de acesso, corredores largos e sinalização de preços grandes, por exemplo, são pré-requisitos dos pontos de venda no Brasil, porém poucos promovem esta inclusão em seus espaços.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem cerca de 25% de sua população formada por pessoas com alguma deficiência, mas que não deixam de ser consumidores em potencial. Porém, segundo o instituto, o investimento ainda é tímido em serviços de atendimento especializado tanto nas lojas quanto nos sites e aplicativos.

Durante a pesquisa Oldversity, que identifica como a longevidade e a diversidade impactam a jornada de compra e o consumo, 70% dos participantes disseram que deveria ser prioridade o planejamento adequado das lojas físicas e digitais para pessoas com deficiências. O estudo mostra ainda que 88% dos respondentes concordam que as lojas no Brasil não estão preparadas para atender consumidores portadores de necessidades especiais.

Dados mostram importância de investimentos
Para 65% dos participantes da pesquisa, a segunda prioridade das empresas deveria ser o lançamento de produtos e serviços adequados para pessoas com deficiências, seguido por propagandas direcionadas (62%), enquanto 55% acham que contratar representantes do público PCD (Pessoas com Deficiência) deveria ser a principal preocupação.

Ainda de acordo com o estudo, feito com mais de 1.814 pessoas em todo o Brasil, um dos principais problemas que o público PCD enfrenta é, sem dúvidas, o preconceito. Os dados coletados mostram que 7% dos participantes acham estranho serem atendidos por uma pessoa com deficiência.

Porém, aos poucos, o varejo e os supermercados começam a tomar consciência e a pensar nas dificuldades e no descaso que diversas pessoas com necessidades especiais passam todos os dias. Prova disso, é a iniciativa da Oppacart, que desenvolveu carrinhos de compra com cadeiras que oferecem conforto e acessibilidade aos familiares que fazem compras acompanhados de parentes portadores de deficiência.

Medidas que ajudam a inclusão
Em 2018, entrou em vigor uma lei que obriga supermercados, hipermercados e atacados a oferecerem carrinhos de compra adaptados para transportar pessoas com alguma deficiência ou com mobilidade reduzida.

A primeira medida que as redes devem tomar para incluir PCDs é criar uma política de atendimento para receber esse público de forma adequada, sabendo que cada um tem uma necessidade específica de acessibilidade. Para os cadeirantes, por exemplo, além das rampas de acesso, é importante manter o piso da loja sem irregularidades e com espaço suficiente para deslocamento.

Já para os consumidores com deficiência auditiva, os atendentes devem ser orientados a falar de forma clara para que seja fácil compreender pela leitura dos lábios ou usar a linguagem dos sinais, conhecida no Brasil como Libras. Além dessas alternativas, outra forma de promover a inclusão deste consumidor no atendimento é manter a comunicação através de bilhetes ou gestos.

Da mesma forma, o consumidor portador de deficiência visual pode se sentir representado por guias e sinalização tátil sensorial colocadas estrategicamente no chão da loja, criando um circuito para este consumidor. Em todas essas situações, além do preparo e treinamento adequado, o maior diferencial é ter uma equipe de colaboradores prontos para oferecer ajuda e tornar a jornada de compra deste cliente mais tranquila e objetiva.

Para mais informações sobre o maior evento mundial de supermercados, acesse o site APAS Show.

Comentários


Acervo

Pesquisar por Tags

Inteligência Inteligência

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss