Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Dia do Profissional de Marketing: a carreira da (R)evolução

Transformação digital impactou diretamente dentro das corporações, mudando a maneira com que eram pensadas e executadas estratégias, incluindo usos de ferramentas inovadoras

Por | 08/05/2018

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Quantos profissionais de outras carreiras podem dizer que suas rotinas mudaram profundamente de um ano para o outro? Que outra área foi tida como status e, de repente, associada à falcatruas e mentiras? O Marketing passou - e ainda passa - por momentos de constante evolução ou ainda: uma revolução. A transformação digital impactou diretamente dentro das corporações, mudando a maneira com que eram pensadas e executadas estratégias, incluindo usos de ferramentas cada vez mais inovadoras.

O profissional antenado já está buscando especializações nos temas correlatos, porque sabe que se não o fizer será engolido por alguém que saiba - seja formado na área ou não. As inovações constantes pedem mais pensamento analítico e associado à tecnologia da informação - ações em tempo real, Internet das Coisas e Inteligência Artificial são só alguns termos que mostram como o profissional precisa estar capacitado para viver essas transformações. Não se trata de uma atualização curricular apenas. É preciso quebrar paradigmas e preceitos sobre o que é o Marketing e o que ele será no futuro.

Há menos de um ano, Lia Vicente, Diretora de Marketing para soluções de talentos na América Latina do LinkedIn, disse, em entrevista ao Mundo do Marketing, que ainda existia uma defasagem entre as necessidades das empresas e os profissionais. Ou seja, grande procura por uma especialidade, mas baixa capacitação.

Renovação curricular
Pós-graduação, cursos de extensão, MBA, in Company, Mestrado Profissional. São muitos os formatos de cursos para quem busca se desenvolver profissionalmente. Com o surgimento frequente de novas ferramentas e com a maior oferta de informação, surge entre os profissionais a sensação de que é preciso buscar conhecimento constantemente para não ficar desatualizado.

Além de buscar conhecimento nas áreas em que já atuam, há, também, grande interesse por temas atuais em grande evidência, como aplicações em big data, marketing digital e canais de distribuição. Para Alexandre Salvador, Professor da Pós-Graduação ESPM, antes de tudo o profissional precisa se conhecer, ter um inventário de seus conhecimentos, porque poucas pessoas param para analisar o que elas aprenderam na faculdade, no trabalho e em uma pós.

Algumas áreas estão menos desenvolvidas e outras possuem maior interesse em desenvolvimento em Marketing. Dentre as que possuem mais oportunidades, por ainda serem novidades no setor são Desing Thinking, Gestão de E-commerce e Inteligência de Mercado. No foco salarial, a área de vendas e Marketing, importante na atração e geração de novos negócios, se destaca e os profissionais precisam estar atentos às novas tendências para atender às necessidades do mercado.

Diariamente surgem novos termos, atribuições e especializações possíveis. E com elas, a necessidade constante de atualização. Se por um lado, os processos estão mais ágeis, ainda existe uma lacuna na capacitação dos profissionais. A união entre o Marketing e a Tecnologia já é uma realidade há alguns anos. Profissionais que enxergaram essa mudança conseguem colher bons frutos hoje. A mensagem-chave para o ano de 2018 do profissional de Marketing é "Reinvenção da área", justamente por isso.

A busca não está apenas pautada pelo conhecimento técnico do profissional. Os empregadores querem funcionários analíticos, que trabalhem na resolução de problemas, e que atuem como verdadeiros parceiros de negócios. Neste sentido, existe um grande aquecimento em posições que revertam em venda e receita, como aquelas ligadas a Business Intelligence (BI), Big Data e Transformação Digital, áreas nas quais as empresas estão investindo.

E a paixão?
Apesar de tantas mudanças e novidades chegando na rotina de trabalho, os profissionais de Marketing estão entre os mais satisfeitos com a área em que atuam - nove em cada 10 gostam ou gostam muito do que fazem, segundo a pesquisa Panorama de Mercado de Comunicação e Marketing 2017, feito pela OpinionBox e RunRun It. Por outro lado, apenas 4% acreditam que os profissionais são valorizados ou muito valorizados e 43% acham que, de um modo geral, são mal remunerados.

Ainda assim, 61% dos entrevistados afirmaram que se imaginam trabalhando na profissão nos próximos cinco anos. Apenas 13% dizem que com certeza ou provavelmente não estarão atuando na área até 2022. Em geral, esse profissional é apaixonado pelo que faz, mas gostaria de ser mais valorizado e mais bem remunerado. A falta de reconhecimento, no entanto, não é motivo para afastar a maioria dos profissionais daquilo que eles realmente amam fazer.

De forma geral, os profissionais de comunicação e Marketing estão satisfeitos com as empresas em que trabalham - 69% dos entrevistados disseram que o ambiente da empresa é agradável ou muito agradável, e apenas 10% disseram que é desagradável. O bom relacionamento com o time (49%), o respeito entre os funcionários (36%) e o relacionamento entre as equipes (35%) foram destacados como os principais pontos que agradam os funcionários em seus locais de trabalho.

O que esperar nos próximos anos
O futuro da área está atrelado à tecnologia da informação - um exemplo é como o Big Data pode ajudar diversos setores e de como a Internet das Coisas vem evoluindo rapidamente no mundo e no Brasil. Os meios digitais continuarão a ser importantes e caminho para diversas estratégias.

Ainda assim, tudo aquilo que for off-line também será essencial para determinada ativação, principalmente porque a interação será mais buscada. Por isso, deve-se pensar já de hoje como criar produtos e serviços eficientes que atendam a possível necessidade de relacionamento do consumidor com aquilo que será apresentado a ele. O gerenciamento de interações em tempo real, por exemplo, está começando a permitir que as empresas transformem o Marketing em um diálogo contínuo, ao contrário do objetivo anterior do Marketing de empurrar mensagens em uma campanha.

A grande novidade, no entanto, não deve vir apenas de ferramentas. Em setembro de 2017, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei que disciplina a profissão de mercadólogo, que é o profissional que trabalha com Marketing, e o documento segue para o Senado. A redação final confere ao profissional da área a responsabilidade pelo planejamento e operacionalização de ações no mercado, com desempenho de atividades nos ambientes interno e externo de uma organização. O texto, que tem como relator o Deputado Luiz Fernando Faria, ainda indica quem poderá exercer a profissão.

Entre as atribuições do mercadólogo estão o desenvolvimento de marcas e estratégias de mercado para os clientes e a elaboração de projetos de comunicação organizacional. O profissional também poderá atuar no magistério. A profissão de mercadólogo será assegurada aos profissionais com diploma de ensino superior que comprovem, até a data de publicação da lei, o exercício ininterrupto da profissão por período superior a cinco anos ou que possuam diploma de ensino superior de Marketing expedido no Brasil ou no exterior.

O substitutivo determina ainda que os direitos de autoria e responsabilidade legal dos projetos de Marketing são do profissional que elaborar, a quem caberão sempre os prêmios e distinções honoríficas. Ainda não há previsão de quando a PL será analisada pelo Senado.

Leia também: Tecnologia no Marketing exige novo perfil profissional - estudo exclusivo para assinantes do Mundo do Marketing Inteligência.

(Crédito imagens: Depositphotos)





Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss