Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Publicidade

Comércio eletrônico brasileiro deve crescer 10% em 2017

Popularidade de aplicativos de música e games vem impulsionando setor. Frete pago e necessidade de informações pessoais são algumas barreiras que devem ser melhor trabalhadas

Por | 21/11/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O setor de e-commerce brasileiro tem mostrado ser resiliente, segundo pesquisa da Mintel. O estudo aponta que as vendas do comércio eletrônico deverão crescer 10% em 2017, atingindo um valor total de R$ 57 bilhões até o final do ano. Embora o mercado mostre uma melhoria acentuada em relação aos 7% observados em 2016, as vendas do comércio eletrônico diminuíram significativamente nos últimos anos em comparação ao crescimento de 23% em 2015 e de 25% registrado em 2014.

Apesar da diminuição atual do ritmo de crescimento, o desempenho do mercado pode ser considerado significante, tendo em vista a crise econômica que o país vem enfrentando nos últimos anos. Já para o futuro, a Mintel prevê que esse setor cresça, em média, 10% ao ano, chegando ao valor de R$ 93 bilhões até 2022. A popularidade dos aplicativos de música e filmes/séries cresce vigorosamente. A pesquisa mostra que 20% dos brasileiros que fizeram compras online nos 12 meses anteriores a abril de 2017 compraram download de músicas, vídeos/filmes ou livros eletrônicos. Para comparação, outra pesquisa detectou que essa porcentagem foi de 13% em 2014.

Por outro lado, a pesquisa Mintel aponta que o frete de compra online é considerado muito caro para 49% dos consumidores. Passar informações pessoais na internet pode ser um outro problema para o brasileiro, já que 31% deles afirmam que não se sentem seguros em fornecer seus dados de conta bancária/cartão de crédito aos varejistas online. Esse número é maior entre as mulheres: 34% delas concordam com essa afirmação, em comparação a 28% dos homens.

Em relação ao dispositivo usado para as compras, os computadores pessoais e laptops são os prediletos. A maioria dos consumidores brasileiros, 57%, fez compras utilizando um laptop ou computador pessoal, enquanto que 48% usaram um smartphone e 18% um tablet nos últimos 12 meses anteriores a abril de 2017. Aliás, os brasileiros entre 25 e 34 anos são os principais compradores online usando smartphones. A pesquisa descobriu ainda que 58% deles usam esse tipo de dispositivo, comparado a 49% daqueles entre 35 e 44 anos. E consumidores entre 25 e 34 anos são também os mais propensos a comprar com tablet: 22%. 

Esses números sugerem que há oportunidades para as marcas de diferentes categorias atraírem públicos mais jovens. Por exemplo, a pesquisa sobre Millennials brasileiros, também feita pelo instituto, mostrou que 53% dos Millennials entre 28 e 35 anos buscam ou assistem a notícias por meio de um smartphone. Além disso, 60% desses consumidores procuram por produtos usando esse tipo de aparelho. Outro dado relevante é que 38% dos consumidores entre 25 e 34 anos são os que mais compram jogos de videogame online.

Leia também: O papel da música na vida dos brasileiros - pesquisa exclusiva para assinantes do Mundo do Marketing Inteligência.

 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss