Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

Spoleto faz rebranding e entra no segmento de fast casual

Rebranding busca levar conceito de produtos frescos e de qualidade feito por chefs. Objetivo é se distanciar do padrão fast food que projetou a empresa nacionalmente

Por Redação - 27/09/2017

Há quase 20 anos no mercado, o Spoleto se reposiciona e passa a investir no segmento fast casual.  O projeto Minha Cozinha Italiana (MCI) dá o pontapé nessa área buscando reunir preço, rapidez, padrão do produto e atendimento eficiente. O rebranding consiste na mudança da identidade visual dos restaurantes e na apresentação de uma culinária ainda mais italiana, com produtos frescos e de maior qualidade. Os gerentes de todas as lojas estão recebendo treinamento e capacitação para se aproximar da gastronomia por meio do projeto Massima, aumentando a sinergia com os chefs e oferecendo um melhor atendimento ao cliente. O objetivo é se distanciar do padrão fast food que projetou nacionalmente a rede, oferecendo uma nova experiência ao consumidor.

Na pista fria, chegam ingredientes típicos italianos e feitos nos próprios restaurantes, diminuindo as opções industrializadas. Algumas receitas são exclusivas, como o frango marinado em sálvia e manjericão, tomate confitado no azeite trufado e assado em baixa temperatura, cebola caramelizada no vinho tinto etc. Outro ponto alto do novo conceito é a finalização dos pratos com itens adicionais como Presunto de Parma, Azeite de Trufas e Vinagre Balsâmico.

Por se tratar de um processo de transformação estima-se a conclusão nos próximos cinco anos - prazo para as 351 unidades serem totalmente repaginadas. O investimento é a partir de R$ 495 mil para novas unidades e em torno de R$ 150 mil para a conversão das já existentes. Para facilitar na reforma dos restaurantes, a empresa vem oferecendo condições especiais de financiamento por meio de parcerias com alguns bancos para ajudar o franqueado na conversão das unidades.

Atualmente, 24 restaurantes da marca já se enquadram no padrão MCI e vêm apresentando um resultado acima do esperado. Quando comparadas com o resultado geral da rede, as novas unidades apresentam performance 10% superior em tíquetes/produtos e 13% em faturamento na avaliação “acumulado ao ano”. Otimista com o retorno, o Spoleto estima fechar o ano de 2017 com 61 restaurantes no modelo Minha Cozinha Italiana - o equivalente a 20% da rede - sendo 40 convertidos (que migraram do atual formato para o do “futuro”) e 21 novos (que estrearam na franquia ao longo do ano).

O modelo MCI é inspirado no projeto do Spoleto nos Estados Unidos, onde está presente com cinco unidades (quatro na Florida e uma Califórnia) e chegou com uma roupagem diferente da empregada no Brasil.  Lá, a rede entrou com o perfil fast casual, melhorando a experiência dos amantes — e simpatizantes — da culinária italiana. O conceito enaltece essa essência com a entrada de produtos típicos italianos, frescos, preparados no próprio restaurante e com a presença do chef de cozinha na finalização dos pratos.

Leia também: Food service: desafios, tendências e oportunidades – estudo do Mundo do Marketing Inteligência.